sicnot

Perfil

Daesh

Especialistas dizem que lista do Daesh é uma "mina de ouro"

Especialistas dizem que lista do Daesh é uma "mina de ouro"

Para os especialistas, a revelação da lista de fichas de recrutamento é o Wikileaks do Daesh. A informação é já considerada uma verdadeira "mina de ouro" que mostra como um movimento jihadista é vulnerável aos dissidentes.

  • Dissidente terá roubado lista do Daesh a um polícia e entregou à Sky News
    2:40

    Daesh

    Um dissidente do Daesh entregou à televisão britânica Sky News documentos com milhares de nomes e outras informações preciosas sobre a organização terrorista. As informações já chegaram à polícia alemã que as considera autênticas. É uma das maiores e mais importantes fugas de informação dos últimos tempos. Há informação de jihadistas de 51 nacionalidades.

  • As perguntas do formulário de recrutamento do Daesh
    1:06

    Daesh

    O formulário de recrutamento para o Daesh provam um elevado grau de organização. Cada candidato tem que responder a 23 perguntas para ser classificado. Uma compilação exaustiva que vai desde os dados pessoais até ao perfil profissional.

  • Serviços secretos portugueses já têm fichas de recrutamento do Daesh
    1:50

    Daesh

    Os serviços secretos portugueses já têm as fichas de recrutamento do Daesh que estão a traduzir do árabe. Os documentos chegaram hoje através dos canais oficiais de partilha de informação dos serviços secretos da Europa. A lista irá ser distribuída pelas restantes autoridades com competência para investigar o terrorismo. A Ministra da Administração Interna já disse que não se esperam novidades quanto aos portugueses ou lusodescendentes que aderiram ao Daesh.

  • Pelo menos 10 portugueses lutam pelo Daesh
    2:59

    Daesh

    Há pelo menos 10 portugueses identificados pelas autoridades que lutam pelo Daesh na Síria e no Iraque. Alguns são luso-descentes, de famílias emigradas em países como França e Holanda, outros saíram, por exemplo, da linha de Sintra e acabaram por ser recrutados por células europeias.

  • Paula Brito e Costa continua a trabalhar na Raríssimas

    País

    Depois de ter apresentado a demissão do cargo de presidente da Raríssimas, Paula Brito e Costa mantém-se a exercer funções na associação, apurou a SIC. Identifica-se agora como diretora-geral e já comunicou isso mesmo a alguns funcionários.

  • As IPSS são estruturantes no país. Fazem o que Estado não faz porque não pode, não quer, ou não chega a tudo. Chama-se sociedade civil a funcionar. E o Estado subsidia, ajuda, (com)participa, apoia. Nada contra. A questão é quando as IPSS e outras instituições, fundações, associações, federações e quejandas se tornam verdadeiras "indústrias".

    Pedro Cruz

  • O ano "saboroso" de António Costa
    0:51

    País

    António Costa diz que 2017 foi um ano "saboroso" para Portugal. Num encontro com funcionários portugueses, em Bruxelas, antes do Conselho Europeu desta quinta-feira, o primeiro-ministro realçou o que o país conquistou no último ano, no plano europeu, e que culminou com a eleição de Mário Centeno para a Presidência do Eurogrupo.

  • Lince ibérico esteve à venda no OLX

    País

    Um anúncio de venda de um lince ibérico, por 1.500 euros, foi publicado esta semana no site de classificados OLX, com uma morada de Alcoutim, no Algarve. A autenticidade da publicação não foi confirmada, mas em setembro foi encontrada a coleira de um lince ibérico precisamente em Alcoutim. As autoridades estão a investigar.

    SIC

  • Estabilização dos solos nas áreas ardidas
    1:58

    País

    Está a começar uma intervenção de emergência para estabilizar os solos nas áreas ardidas nos incêndios florestais. O trabalho das equipas que estão no terreno arrancou na zona da Lousã mas vai passar por vários concelhos como Pampilhosa da Serra e Vila Real.