sicnot

Perfil

Daesh

Daesh

Daesh

Sky News recebe milhares de nomes de combatentes do Daesh

Dezenas de milhares de documentos com nomes, moradas, números de telefone e contactos de famílias de 22 mil pessoas que se juntaram ao Daesh foram entregues à Sky News.

(Arquivo)

(Arquivo)

© Stringer . / Reuters

A estação de televisão britânica informou que um dissidente do grupo entregou a documentação em suporte informático roubado da direção da polícia de segurança interna do grupo.

Os documentos são impressos que os candidatos têm de preencher para ser aceites da organização e contêm informação sobre nacionais de 51 países.

"A Sky News informou as autoridades sobre a entrega", adiantou, no site.

Alguns dos documentos contêm alegadamente informação de até agora membros desconhecidos do grupo situados na Europa do Norte, nos EUA e no Canadá, bem como no Médio Oriente e Norte de África.

Um antigo dirigente de operações antiterrorismo no MI6 (um dos serviços de informações britânico), Richard Barrett, escreveu na sua conta na rede social Twitter que os registos deveriam dar "uma luz incalculável" sobre os membros do grupo.

"Isto vai ser um recurso de valor incalculável para os analistas", acrescentou.

Cópias dos documentos exibidos pela Sky News mostram que os recrutas tinham de responder a 23 questões, incluindo o tipo de sangue, o nome de solteira da mãe, "o nível de compreensão da 'sharia'" (lei islâmica) e experiência possuída.

Os documentos foram obtidos de um homem que usa o nome Abu Hamed, um antigo elemento do Exército Sírio Livre que decidiu entretanto aderir ao grupo do Estado Islâmico.

Hamed roubou a documentação e entregou o suporte informático a um jornalista na Turquia, explicando que tinha saído do grupo porque as regras islâmicas tinham colapsado no seu seio.

Acrescentou ainda que o grupo tinha desistido do seu bastião na cidade síria de Raqqa e estava a mudar-se para o deserto.

Com Lusa

  • Presidente da Proteção Civil demitiu-se

    País

    O Presidente da Autoridade Nacional da Proteção Civil (ANPC), Joaquim Leitão, pediu esta quarta-feira a demissão com efeitos imediatos. A carta de demissão foi enviada para o Ministério da Administração Interna, no entanto, uma vez que a ministra também se demitiu, o documento seguiu para o gabinete do primeiro-ministro, António Costa.

  • Provavelmente o melhor golo da noite de Liga Europa
    1:24
  • Vitória de Guimarães mais longe dos 16 avos de final
    1:48
  • O perfil dos novos ministros
    3:22

    País

    Pedro Siza Vieira e Eduardo Cabrita são os dois novos ministros que tomam posse no próximo sábado. Ambos têm uma particularidade: são amigos de longa data do primeiro-ministro António Costa.

  • Não me parece o melhor princípio político, mas percebo que António Costa queira ter junto de si, sobretudo em tempos difíceis, os mais próximos. Os homens de confiança pessoal e política. Em plena tempestade, o primeiro-ministro chamou dois amigos de longa data, ex-colegas da Faculdade de Direito, Eduardo Cabrita e Pedro Siza Vieira. E eles não disseram que não.

    Bernardo Ferrão

  • Fogos na Califórnia provocaram 42 mortos e perdas acima de mil milhões de dólares

    Mundo

    O comissário dos seguros da Califórnia afirmou esta quinta-feira que as perdas provocadas pelos incêndios que dizimaram extensas áreas deste Estado norte-americano excedem os mil milhões de dólares (844 milhões de euros). Estes incêndios, que começaram no condado de Sonoma County, já provocaram a morte a 42 pessoas no mês de outubro.

  • Quem está ao lado de Trump? Melania ou uma sósia?

    Mundo

    A especulação surgiu no Twitter: estaria Trump acompanhado de uma sósia de Melania para ocultar a ausência da mulher num evento oficial? A teoria da conspiração ganhou depois força nas redes sociais. Julgue por si mesmo.

    SIC

  • Norte-americano entrega-se após perder aposta com a polícia no Facebook

    Mundo

    Um jovem de 21 anos procurado pela polícia norte-americana entregou-se, esta segunda-feira, depois de perder uma aposta com a polícia, no Facebook. Michael Zaydel prometeu entregar-se se uma publicação sobre o seu desaparecimento chegasse às mil partilhas, na rede social. O jovem norte-americano prometeu ainda levar uma dúzia de donuts, caso os agentes da cidade de Redford conseguissem ganhar a aposta.

    SIC