sicnot

Perfil

Daesh

Daesh

Daesh

John Kerry diz que foram mortos 600 combatentes do Daesh em três semanas

O Daesh, alvo dos bombardeamentos da coligação internacional liderada pelos Estados Unidos, perdeu 600 combatentes nas últimas três semanas na Síria, afirmou hoje o secretário de Estado norte-americano John Kerry.

reuters

"Na Síria, o Estado Islâmico perdeu 3.000 quilómetros quadrados e 600 combatentes nas últimas três semanas", declarou John Kerry, realçando que "a pressão [contra o grupo] vai ser intensificada".

No final de uma reunião sobre a Síria com os homólogos franceses, alemães, britânicos e italianos, em Paris, John Kerry alertou o regime do presidente Bashar al-Assad e os seus aliados, incluindo a Rússia, para não caírem na tentação de explorar o "frágil cessar-fogo".

"Se o regime e os seus apoiantes pensam que podem testar os limites sem consequências para o progresso que fizemos, estão enganados", declarou o chefe da diplomacia dos Estados Unidos.

Após a formação da coligação internacional para lutar contra o Daesh, o grupo perdeu 40% da área que controlava no Iraque e 20% na Síria, referiu.

Os Estados Unidos e a Rússia negociaram um cessar-fogo na Síria entre o regime e os rebeldes, em vigor desde 27 de fevereiro. Apesar de alguns incidentes, está a ser respeitado na generalidade, permitindo o envio de ajuda às populações cercadas e a convocação de novas negociações em Genebra, com o patrocínio das Nações Unidas.

Com Lusa

  • John Kerry está em Paris para preparar conversações de paz na Síria

    Mundo

    O secretário de Estado dos Estados Unidos, John Kerry, está em Paris a preparar as conversações de paz na Síria que vão decorrer em Genebra, na próxima semana. Kerry vai reunir com os ministros dos Negócios Estrangeiros do Reino Unido, Alemanha, Itália e França. As conversações vão começar na próxima segunda-feira e são as primeiras desde o acordo de cessar-fogo na Síria. O governo sírio foi convidado pela ONU a participar no encontro.

  • Turistas chegam a esperar 2 horas no controlo de passaporte do Aeroporto de Lisboa
    2:35

    País

    Chegar ao Aeroporto de Lisboa pode ser uma dor de cabeça para centenas de passageiros. A espera para o controlo de passaporte chegou a ultrapassar as duas horas nos meses de fevereiro e março. Manuela Niza, do Sindicato dos Funcionários do Serviços de Estrangeiros e Fronteiras, diz que têm sido contratados inspetores que depois são desviados para outros serviços.

  • Hasta pública de madeira ardida rendeu 2,85 milhões de euros

    País

    Mais de meia centena de lotes de madeira ardida proveniente de matas nacionais e perímetros florestais geridos pelo Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) foram esta quinta-feira vendidos por 2,85 milhões de euros, numa hasta pública em Viseu.

  • "Dinheiro gasto em contentores dava para construir outro hospital" no Porto
    1:40

    País

    A bastonária dos Enfermeiros pede uma investigação aos contratos de contentores no Hospital de São João, no Porto. Ana Rita Cavaco diz que os "milhares de euros" já gastos na contratação e manutenção dos contentores da Pediatria e outros serviços do centro Hospitalar de São João davam para construir um novo hospital. E levanta ainda a suspeita sobre a empresa contratada.