sicnot

Perfil

Daesh

Daesh

Daesh

Pelo menos 25 civis e 12 jihadistas mortos em ataque aéreo da coligação no norte do Iraque

Pelo menos 25 civis e 12 combatentes do Daesh foram mortos nas últimas 24 horas em bombardeamentos da coligação internacional liderada pelos Estados Unidos contra a cidade iraquiana de Mossul, referiu um responsável pela segurança.

Uncredited

Bunián al Yarba, membro da Comissão de segurança da governação da província de Nínive, cuja capital é Mossul, no norte do país, referiu em declarações à agência noticiosa Efe que a ofensiva também provocou cerca de 100 feridos, entre eles 25 membros do Daesh.

Al Yarba precisou que o primeiro bombardeamento foi desencadeado no domingo contra o edifício administrativo da universidade de Mossul, e acrescentou que os caças da coligação atacaram hoje um tribunal dos jihadistas situado perto do centro educativo.

O mesmo responsável acrescentou que o ataque de hoje provocou importantes danos materiais nos edifícios e locais próximos da universidade, e pediu à coligação internacional que tome precauções para evitar o bombardeamento de civis em Mossul.

Em 10 de junho de 2014 o Daesh ocupou Mossul e vastas zonas do norte do Iraque, e de seguida proclamou um califado nos territórios sob seu controlo no país e na vizinha Síria, onde impôs uma interpretação radical da lei islâmica.

As forças governamentais iraquianas, apoiadas por forças internacionais, já anunciaram os preparativos para tentarem reconquistar Mossul, principal bastião do Daesh no Iraque.

Lusa

  • Militares da revolução denunciam corrupção nos órgãos de poder
    3:22

    País

    O presidente da Associação 25 de Abril acusa a classe política de não ter interesse em travar a corrupção em Portugal. Vasco Lourenço e Otelo Saraiva de Carvalho, dois dos militares da revolução, consideram que a corrupção está entranhada nos órgãos de poder e deve ser denunciada.

  • "Está prevista mais uma melhoria do rating para breve"
    2:46
  • Fábrica na Covilhã vai produzir para marcas de luxo
    1:47

    Economia

    A Covilhã foi a cidade portuguesa escolhida para a instalação de uma nova fábrica de produção de peças para marcas de luxo. O Grupo FM Industries Sycrilor vai reforçar o investimento na cidade e será responsável pelo polimento de metais para as marcas Louis Vuitton e Cartier.