sicnot

Perfil

Daesh

Daesh

Daesh

Daesh executa 15 seguranças após morte de um líder na Síria

O Daesh executou 15 dos seus "agentes de segurança", na sequência da morte de um importante líder desta organização, na quarta-feira, durante um bombardeamento na Síria, informou hoje o Observatório sírio para os Direitos Humanos.

(arquivo)

(arquivo)

Em comunicado, esta Organização Não Governamental (ONG) indica que estes 15 elementos faziam parte dos 35 "agentes" do Daesh, que foram presos após o bombardeamento, supostamente lançado pela coligação internacional liderada pelos Estados Unidos da América, e que matou o comandante militar do grupo "jihadista" Abu al Hiya al Tunisi.

O diretor do Observatório sírio para os Direitos Humanos, Rami Abdulrahman, disse à agência espanhola EFE que a execução dos 15 homens ocorreu no sábado, após o Daesh os ter acusado de "espionagem a favor do estrangeiro".

Na noite de 30 de março, um avião não tripulado bombardeou um veículo em que seguia Al Tunisi, nos arredores da cidade de Al Raga, principal bastião do Daesh em território sírio.

Al Tunisi tinha sido enviado desde o Iraque para a Síria pelo líder do Daesh, Abu Bakr al- Baghdadi, para supervisionar as operações militares da organização na província de Alepo, no noroeste do país.

Al Tunisi foi morto durante o ataque, juntamente com outro homem, que não se sabe se era o condutor do veículo ou outro líder "jihadista".

Nas últimas semanas, vários líderes da Daesh morreram em bombardeamentos.

Com Lusa

  • Portugal com 3.ª maior dívida pública da UE

    Economia

    A dívida pública recuou, em termos homólogos, na zona euro e na União Europeia (UE), no primeiro trimestre, tendo Portugal registado a terceira maior dos 28 (130,5%), depois da Grécia e de Itália, divulga hoje o Eurostat.

  • Crianças no Daesh - 2ª Parte
    23:43
  • Montenegro e o futuro do PSD: "Não vou pedir licença para avançar"
    1:41

    País

    Luís Montenegro admite que se achar que é a pessoa ideal para a liderança do PSD, não vai pedir licença a ninguém para avançar. Em entrevista à SIC Notícias, o ex-líder parlamentar do PSD diz que está ao lado de Passos Coelho mas sublinha que é importante que haja uma clarificação na liderança do partido.

    Entrevista SIC Notícias

  • "Estes engenheiros não tiveram formação para exercer arquitetura"
    7:00

    País

    O Parlamento aprovou esta quarta-feira as propostas do PSD e do PAN para devolver aos engenheiros a possibilidade de assinarem projetos de arquitetura. Os aquitetos discordam da medida. José Manuel Pedreirinho, presidente da Ordem dos arquitetos, esteve na Edição da Noite da SIC Notícias para falar sobre o assunto.

    Entrevista SIC Notícias

  • "Foi uma grande honra ser deputado"
    1:23

    País

    Alberto Martins vai deixar a vida política, o socialista renunciou esta quarta-feira ao cargo de deputado, que ocupava há 30 anos, com algumas interrupções. Alberto Martins desempenhou funções de ministro da Reforma do Estado no segundo Governo de António Guterres, e de ministro da Justiça no segundo Executivo liderado por josé Sócrates. O socialista vai ser substituído por Hugo Carvalho.