sicnot

Perfil

Daesh

Daesh

Daesh

Turquia deteve dois suspeitos do Daesh que preparavam atentados suicida

As autoridades turcas prenderam dois suspeitos por estarem a preparar ataques suicidas a mando do grupoDaesh, que reivindicou os dois atentados à bomba ocorridos recentemente em Istambul, noticia hoje a imprensa local.

reuters

Segundo a agência noticiosa Dogan, que cita um comunicado do governador local, os dois suspeitos foram detidos na província de Gaziantep (sul), junto à fronteira com a Síria.

Um dos detidos é Mehmet Mustafa Cevik, descrito como membro do Daesh e que pertence também ao Grupo Dokumacilar, ligado ao grupo.

O Grupo Dokumacilar, que honra o nome do seu fundador, Mustafa Dokumaci, é uma unidade de bombistas suicidas suspeita de estar ligada ao ataque de outubro de 2015 que matou 103 pessoas durante uma manifestação pela paz em Ancara, naquele que foi o mais sangrento atentado terrorista de sempre na Turquia.

A célula do Daesh está também associada ao atentado registado em julho de 2015 na cidade de Suruc, próximo da fronteira com a Síria.

O outro suspeito detido é Ercan Capkin, irmão de Ekran Capkin, um dos bombistas suicidas que morreu no ataque de 19 de março último em Istambul, que causou quatro mortos.

Ambos os suspeitos foram apresentados ao tribunal de Gaziantep, que confirmou a prisão até ao julgamento.

O Ministério do Interior turco tem atualmente detidos 23 suspeitos de ligações ao grupo Estado Islâmico.

A Turquia está em alerta máximo há já vários meses devido à série de ataques terroristas atribuídos tanto ao EI como a militantes curdos

  • As vantagens de comprar online
    8:03
  • Suspeito de homicídio à porta do Luanda foi ouvido em tribunal e ficou em preventiva
    1:36

    País

    O suspeito de ser o autor dos disparos que mataram um jovem junto à discoteca Luanda foi ouvido em tribunal e ficou em prisão preventiva. Segundo a investigação, tudo terá começado com um mero desacato, ainda dentro da discoteca, onde a vítima e o detido foram filmados a discutir. O homem de 23 anos está indiciado por dois crimes de homicídio, um na forma tentada.

  • Filho de Trump critica mayor de Londres por palavras de 2016

    Ataque em Londres

    Donald Trump Júnior criticou o presidente da Câmara de Londres logo a seguir ao ataque de quarta-feira que fez três mortos e mais de 40 feridos. O filho de Presidente publicou no Twitter uma reação a uma declaração de Sadiq Khan de setembro de 2016. Para o Presidente dos EUA, o ataque em Londres é "uma grande notícia".

  • Marcelo reuniu-se com líderes europeus para falar do futuro da UE
    2:31

    País

    Marcelo Rebelo de Sousa esteve esta quarta-feira em Bruxelas e participou numa homenagem às vítimas do atentado em Bruxelas, onde colocou uma coroa de flores junto ao monumento.O Presidente da República esteve também reunido com os líderes das principais instituições europeias para falar sobre o futuro da UE.