sicnot

Perfil

Daesh

Daesh

Daesh

Turquia atribui autoria do atentado em Gaziantep ao Daesh

O autor do atentado com carro armadilhado que no domingo matou dois polícias em Gaziantep, sudeste da Turquia, está ligado ao grupo Daesh, afirmou hoje o ministro do Interior turco, Efkan Ala.

O ataque, em frente ao quartel-general da polícia da cidade turca, que também provocou 22 feridos, foi cometido por "um membro de uma organização terrorista ligada ao Daesh [acrónimo árabe do EI]", declarou Ala, acrescentando que foram detidas 50 pessoas no âmbito das investigações.

O atentado em Gaziantep, uma cidade com 1,6 milhões de habitantes próximo da fronteira com a síria, não foi reivindicado e ocorreu uma semana após a visita à região de diversos dirigentes europeus, incluindo a chanceler Angela Merkel e o presidente do Conselho europeu, Donald Tusk.

Em estado de alerta máximo, a Turquia tem registado em 2016 diversos atentados atribuídos ao Daesh ou relacionados com o reinício do conflito curdo e que atingiram em particular Ancara e Istambul, com um balanço de dezenas de vítimas.

Membro da NATO e da coligação 'anti-jihadista' liderada pelos Estados Unidos, a Turquia parece ter reforçado as suas operações contra o Daesh no norte da Síria, onde o grupo islamita radical controla zonas perto da fronteira turca.

No domingo, mais de 60 presumíveis membros do Daesh foram mortos na Síria pela artilharia turca e "drones" da coligação que descolaram da Turquia, assegurou hoje a agência noticiosa pró-governamental Anatolia, mas ainda sem confirmação independente.

Estes bombardeamentos foram uma resposta a numerosos disparos de 'rockets' atribuídos ao Daesh contra a cidade fronteiriça turca de Kilis, que desde o início do ano terão provocado pelo menos 19 mortos.

Com Lusa

  • Primeiro-ministro hoje na cidade da Praia 

    País

    O primeiro-ministro, António Costa, está hoje em Cabo Verde para a a IV cimeira bilateral entre Portugal e aquele país africano, aproveitando a passagem pela cidade da Praia para inaugurar a escola portuguesa.

  • Portugal sem resposta de Moçambique sobre português desaparecido em Maputo
    1:25

    País

    Portugal tem tentado, sem sucesso, obter respostas das autoridades moçambicanas sobre o rapto de um empresário português há sete meses. De acordo com a notícia avançada este domingo pelo jornal Público, uma carta enviada há duas semanas pelo Presidente da República ao homólogo moçambicano não teve resposta. O Governo de Moçambique tem ignorado pedidos de informação das autoridades portuguesas.

  • Táxi capaz de sobrevoar filas de trânsito ainda este ano no Dubai

    Mundo

    É o sonho de muitos que passam horas intermináveis em filas de trânsito. Trata-se de um drone com capacidade para transportar pessoas. "Operações regulares" deste insólito aparelho terão início em julho, no Dubai. O anúncio foi feito pela entidade que gere os transportes da cidade. Apenas um passageiro, com o peso máximo de 100 kg, pode seguir viagem neste táxi revolucionário, capaz de sobrevoar vias congestionadas pelo trânsito.