sicnot

Perfil

Daesh

Daesh

Daesh

Sete mortos e 24 feridos em ataque contra fábrica de gás no Iraque

Sete trabalhadores foram mortos e outros 24 ficaram feridos hoje num ataque realizado por oito terroristas suicidas do autoproclamado Daesh contra uma fábrica de gás na cidade iraquiana Taji, a 30 quilómetros a norte de Bagdade.

© Thaier Al-Sudani / Reuters

De acordo com uma fonte da polícia iraquiana, o ataque foi cometido simultaneamente por seis extremistas com cintos armadilhados e outros dois suicidas que dirigiam dois veículos carregados com explosivos.

A fonte explicou que os dois carros-bomba foram detonados na entrada principal das instalações, enquanto os terroristas se infiltraram no complexo, onde incendiaram dois depósitos de gás, após terem detonado os explosivos que carregavam junto ao corpo.

Os oito terroristas suicidas morreram no ataque, segundo a fonte policial, devido à detonação dos explosivos, mas também por disparos das forças de segurança, que impediram os jihadistas de ocuparem a fábrica, adiantou a polícia.

Equipas de bombeiros deslocaram-se para o local para controlar as chamas na fábrica de gás, que se estenderam às casas dos trabalhadores, acrescentou a mesma fonta.

Os ataques com grupos de suicidas são um método comum utilizado pelo Estado Islâmico nas suas ofensivas contra as forças de segurança no Iraque, onde controlam importantes zonas no norte e oeste do país desde junho de 2014.

Com Lusa

  • Tomadas medidas para evitar danos ambientais após acidente na barra da Armona
    1:49

    País

    Quatro tripulantes foram transportados para o hospital com hipotermia, depois de terem caído ao mar. A embarcação onde seguiam, e que faz trabalhos de reposição de areias, virou-se esta manhã, na ilha da Armona, em Olhão. As autoridades vão abrir um inquérito para apurar as causas do acidente e estão a tomar medidas para evitar danos ambientais, visto que a embarcação transportava 12 mil litros de gasóleo.

  • Papa no Chile em ambiente de contestação à Igreja Católica
    3:13

    Mundo

    O Papa pediu hoje perdão pelos crimes de pedofilia cometidos por membros da Igreja Católica no Chile, referindo que sentiu "dor e vergonha" diante do "dano irreparável" causado às crianças vítimas de abuso sexual. Francisco está a cumprir uma deslocação de três dias ao Chile, onde a contestação à visita e à Igreja se faz sentir. O Papa enfrenta um ambiente hostil na sexta viagem à América Latina, devido à denúncia de abusos sexuais na Igreja.

  • Reviravolta na Operação Fizz
    1:09

    País

    O juiz que vai julgar o chamado processo da Operação Fizz decidiu aceitar as denúncias de Orlando Figueira contra o presidente do Banco Atlântico e o advogado Daniel Proença de Carvalho. As acusações do principal arguido contra o banqueiro Carlos Silva e o advogado Proença de Carvalho podem trazer uma reviravolta ao processo.

  • Apoio psicológico fundamental em Vila Nova da Rainha
    2:19
  • Projeto Bairros Sem Cárie levou 300 pessoas do Seixal ao dentista
    3:08

    País

    Portugal tem dos piores indicadores de saúde oral da Europa e ir ao dentista é quase um luxo. Num país assim ganham ainda mais relevância iniciativas como o projeto Bairros Sem Cárie. 300 pessoas de bairros sociais do Seixal tiveram uma consulta de estomatologia gratuita.

  • Homem rompe a garganta ao tentar impedir espirro

    Mundo

    Impedir um espirro apertando o nariz pode causar sérias lesões. Foi o que aconteceu a um homem na Grã-Bretanha que teve de ser hospitalizado porque sofreu uma rutura na garganta ao apertar boca e nariz ao espirrar.