sicnot

Perfil

Daesh

Daesh

Daesh

Daesh já perdeu 45% do território no Iraque e 20% na Síria

O Pentágono garantiu hoje que o grupo que se designa por Estado Islâmico já perdeu 45% do território que controlava no Iraque desde o início da ofensiva norte-americana e 20% na Síria.

(arquivo)

(arquivo)

O porta-voz do Pentágono, Peter Cook, fez hoje, em conferência de imprensa, uma atualização da informação sobre o terreno controlado pelo grupo e assegurou que este "no Iraque perdeu 45% do território que controlava e na Síria está entre 16% e 20%".

Segundo Washington, o grupo está em retirada, apesar de se manter nos seus bastiões sírio de Raqa e iraquiano de Mossul e combater em várias frentes na Síria e no Iraque, ao mesmo tempo que consolidou a sua presença no caos líbio, no Norte de África.

Por outro lado, Cook assegurou que não tem informações sobre o reposicionamento de tropas iraquianas, mudadas da frente da batalha contra o grupo para reforçar a segurança de Bagdade, depois de vários atentados, que provocaram mais de cem vítimas mortais nos últimos dias.

"Não estamos ao corrente de que forças iraquianas tenham sido transferidas para Bagdade de uma maneira que ponha em causa a operação" contra aquele grupo, disse Cook.

Os EUA anunciaram o envio de mais quatro mil militares para o Iraque, para assistir e assessorar as tropas iraquianas e curdas na luta contra o grupo, que ainda controla zonas da província sunita de Al Anbar e do vale do Eufrates.

Lusa

  • Passos elogia escolha de Paulo Macedo mas diz que não é suficiente
    1:47

    Caso CGD

    Pedro Passos Coelho diz que Paulo Macedo é competente para liderar os destinos da Caixa Geral de Depósitos, mas que a nomeação do antigo ministro não é suficiente para passar uma esponja sobre o assunto. Em Viseu, o líder do PSD não quis ainda avançar com um nome para a Câmara de Lisboa, depois de Santana Lopes afastar a hipótese de se candidatar.

  • O impacto e as consequências do referendo em Itália
    1:02
  • O novo coala do zoo de Lisboa
    3:10

    País

    A SIC acompanhou em exclusivo a transferência de uma coala da Alemanha para o Zoo de Lisboa. O animal veio de avião e foi batizado pelos passageiros que seguiam a bordo. Ficou com o nome de Goolara. O coala é uma fêmea, com quase dois anos, e veio para aumentar a família da mesma espécie em Portugal.

  • Jovens do exército russo aderem ao Desafio do Manequim
    1:01

    Mundo

    Na Rússia, o grupo de jovens do exército também já aderiu ao famoso Mannequin Challenge. O vídeo foi divulgado pelo Ministério da Defesa russo. O objetivo é mostrar o dia-a-dia do chamado exército de jovens, cuja principal missão passa por sensibilizar os russos para a necessidade de cumprir o serviço militar obrigatório.