sicnot

Perfil

Daesh

Daesh

Daesh

Daesh está a utilizar escudos humanos em Raqa

O Daesh está a utilizar escudos humanos em Raqa, na Síria, disse um ativista, o que poderá dificultar a ofensiva lançada hoje pelas Forças da Síria Democrática para recuperar aquela cidade.

© Stringer . / Reuters

As Forças da Síria Democrática, uma aliança curda-árabe, lançaram hoje uma ofensiva para recuperar a cidade, com o apoio aéreo da coligação internacional, liderada pelos Estados Unidos.

A operação é uma das maiores feitas por terra contra o grupo extremista, desde que autoproclamou um califado na zona em 2014.

"Estes estão a usar os civis como proteção. Vão estar nos mesmos edifícios. Num edifício, por exemplo, há três apartamentos destinados para combatentes do grupo", disse Abdel Aziz al-Hamza, um dos fundadores do grupo Raqa está a ser Abatida em Silêncio.

"Há também escolas em que foram construídas caves onde os combatentes se podem proteger durante os ataques aéreos. Eles estão cercados por civis", acrescentou.

Os cerca de 50.000 civis que vive em Raqa não podem sair da cidade.

"Os civis estão cercados e não podem deixar a cidade", disse Hamza, que fugiu de Raqa em 2014 e tem estado a viver na Alemanha.

O Observatório dos Direitos Humanos sírio disse que houve intensos ataques da coligação hoje em Raqa e que pelo menos 22 combatentes do grupo extremista Estado Islâmico foram mortos.

Segundo os Estados Unidos, vários milhares de combatentes do Estado Islâmico estão a defender Raqa.

Lusa

  • Défice recua quase 400 milhões de euros em janeiro

    Economia

    O buraco das contas públicas atingiu os 625 milhões de euros no primeiro mês de 2017, segundo os dados da execução orçamental. É uma redução de 397 milhões, quando comparado com o mesmo mês do ano passado.

    Em desenvolvimento

  • "Fiz coisas de que me envergonho"
    2:31
  • Portugal é o segundo país da Europa com mais emigrantes
    1:39

    País

    São 2,3 milhões os portugueses que vivem no estrangeiro, ou seja, 22% da população. O último relatório do Observatório da Emigração relativo a 2015 mostra que se manteve o mesmo número de saídas de Portugal para o estrangeiro registadas no pico atingido em 2013: acima das 110 mil por ano. O Reino Unido é o principal país de destino.

  • Descoberta produção de canábis em abrigo nuclear 

    Mundo

    A polícia britânica descobriu, no sul de Inglaterra, um antigo abrigo nuclear subterrâneo adaptado à produção de canábis em grande escala. A operação levou à detenção de cinco homens e um adolescente de 15 anos. Foram também apreendidas milhares de plantas de canábis.

  • Carnaval na Almirante Reis
    2:39

    País

    Lisboa também celebra o Carnaval e esta manhã mais de três mil crianças participaram num desfile pela Avenida Almirante Reis, alunas de escolas públicas e privadas de 24 nacionalidades. Na freguesia de Arroios vivem estrangeiros de 79 nacionalidades.