sicnot

Perfil

Daesh

Daesh

Daesh

Sete milhões de pessoas vivem em zonas controladas pelo Daesh

Sete milhões de pessoas vivem atualmente em regiões controladas pelo grupo extremista Daesh (autoproclamado Estado Islâmico) e na cidade iraquiana de Fallujah "não há forma de chegar a cerca de 55.000 civis", alertou hoje uma organização não-governamental norueguesa.

© Stringer . / Reuters

Jan Egeland, ex-secretário-geral adjunto da ONU e atual diretor da ONG Norwegian Refugees Council (NRC), afirmou durante a cimeira humanitária mundial a decorrer em Istambul que a situação dos refugiados é dramática, mas que é "ainda mais preocupante" o destino daqueles a que as organizações de ajuda humanitária não têm acesso.

"Neste preciso momento há 55.000 civis apanhados no fogo cruzado na cidade iraquiana de Fallujah, controlada pelo Daesh, que combate as forças iraquianas, e não há forma de aceder a elas", disse Egeland, responsável por uma das maiores ONG mundiais dedicadas aos refugiados.

No total, disse, há sete milhões de pessoas a viver em regiões controladas pelo grupo e é "muito, muito difícil" negociar com a milícia 'jihadista' a abertura de vias humanitárias.

Várias organizações denunciaram na cimeira de Istambul as frequentes violações das leis humanitárias e da Convenção de Genebra, como os bombardeamentos a hospitais ou a ocupação de escolas.

"Não é preciso ser um cientista para apurar que aviões bombardearam um hospital", disse Egeland. "Difundiu-se uma ideia de que 'o médico do meu inimigo é meu inimigo'. Não! O médico do meu inimigo está a fazer o seu trabalho", frisou.

Lusa

  • Novas imagens dos momentos após Khalid Masood ter embatido no muro do Parlamento britânico
    1:35
  • Parlamento português pede demissão de Dijsselbloem

    País

    A Assembleia da República foi hoje unânime na condenação das polémicas declarações do presidente do Eurogrupo, mas recusou um ponto pela rejeição de diversos compromissos com a União Europeia (UE) exigida pelo PCP.

  • Comissão Europeia quer proibir o tabaco na praia

    País

    A Comissão Europeia quer proibir o tabaco em todos os espaços públicos, incluindo praias, parques infantis e equipamentos desportivos. A proposta foi apresentada pelo comissário da Saúde e Segurança Alimentar que, além de querer reduzir a dependência do tabaco, também sugere que todos os estados membros apliquem uma idade mínima para a venda de tabaco.

  • Como se resolve a falta de espaço numa cidade chinesa?
    1:07