sicnot

Perfil

Daesh

Daesh

Daesh

Sete milhões de pessoas vivem em zonas controladas pelo Daesh

Sete milhões de pessoas vivem atualmente em regiões controladas pelo grupo extremista Daesh (autoproclamado Estado Islâmico) e na cidade iraquiana de Fallujah "não há forma de chegar a cerca de 55.000 civis", alertou hoje uma organização não-governamental norueguesa.

© Stringer . / Reuters

Jan Egeland, ex-secretário-geral adjunto da ONU e atual diretor da ONG Norwegian Refugees Council (NRC), afirmou durante a cimeira humanitária mundial a decorrer em Istambul que a situação dos refugiados é dramática, mas que é "ainda mais preocupante" o destino daqueles a que as organizações de ajuda humanitária não têm acesso.

"Neste preciso momento há 55.000 civis apanhados no fogo cruzado na cidade iraquiana de Fallujah, controlada pelo Daesh, que combate as forças iraquianas, e não há forma de aceder a elas", disse Egeland, responsável por uma das maiores ONG mundiais dedicadas aos refugiados.

No total, disse, há sete milhões de pessoas a viver em regiões controladas pelo grupo e é "muito, muito difícil" negociar com a milícia 'jihadista' a abertura de vias humanitárias.

Várias organizações denunciaram na cimeira de Istambul as frequentes violações das leis humanitárias e da Convenção de Genebra, como os bombardeamentos a hospitais ou a ocupação de escolas.

"Não é preciso ser um cientista para apurar que aviões bombardearam um hospital", disse Egeland. "Difundiu-se uma ideia de que 'o médico do meu inimigo é meu inimigo'. Não! O médico do meu inimigo está a fazer o seu trabalho", frisou.

Lusa

  • Governo quer aumentar fiscalização a baixas fraudulentas
    1:10

    País

    O Governo quer criar uma bolsa de médicos para fiscalizar quem recebe o subsídio por doença. A intenção foi manifestada à TSF pela secretária de Estado da Segurança Social. Em 2016 foram detetados mais de 56 mil trabalhadores com baixa médica que afinal estavam aptos para trabalhar.

  • Novo motim em prisão brasileira do Rio Grande do Norte

    Mundo

    Um motim ocorreu esta segunda-feira de madrugada numa prisão do estado brasileiro de Rio Grande do Norte, sem fazer feridos ou mortos, depois de uma rebelião numa outra prisão do mesmo estado ter feito 26 mortos no fim de semana.

  • Cheias e derrocadas destroem várias casas no Peru
    0:42

    Mundo

    Um deslizamento de terras seguido de uma inundação destruiu várias casas no Peru. As imagens mostram o momento em que o deslizamento acontece e o caos que se gerou. O trânsito ficou cortado e as inundações que se seguiram obrigaram várias pessoas a abandonar as suas habitações.