sicnot

Perfil

Daesh

Daesh

Daesh

Exército sírio encontra vala comum com 31 corpos na cidade de Palmira

O exército sírio encontrou hoje uma vala comum com 31 cadáveres na cidade de Palmira, que esteve até há dois meses debaixo do controlo do grupo terrorista Daesh.

Hussein Malla

Os soldados, em colaboração com as Forças de Defesa Nacional - milícias pró-governamentais -, encontraram a vala nos arredores do aeroporto de Palmira, situado a Este da província síria de Homs, segundo a agência de notícias oficial síria que, cita uma fonte presente no local.

Entre os cadáveres há um de um menor e outro de uma mulher, e alguns dos corpos estão decapitados e mostram sinais de terem sido torturados, revelou a mesma fonte, a coberto de anonimato.

Já o Observatório Sírio dos Direitos Humanos elevou o número de cadáveres descobertos na vala comum para 65, que assegurou tratarem-se de elementos das forças governamentais assassinados no passado pelos jihadistas.

O exército sírio, apoiado pela aviação russa, recuperou o domínio de Palmira, cujas ruínas greco-romanas são património Mundial da UNESCO, no passado dia 27 de março, depois de esta ter estado sob controlo do Daesh durante dez meses.

Cinco dias mais tarde, as forças de defesa nacional encontraram a noroeste de Palmira uma vala comum com 40 corpos de menores e de mulheres, assassinados pelos extremistas.

Com Lusa

  • Captura ilegal de cavalos-marinhos na Ria Formosa
    3:02

    País

    Há cada vez menos cavalos marinhos na Ria Formosa. Cientistas da Universidade do Algarve dizem que a maior população desta espécie no mundo, que é a que existe na Ria Formosa, está ameaçada devido à captura ilegal para o mercado asiático. Dizem que, se nada for feito para travar este fenómeno, esta espécie protegida pode desaparecer em poucos anos.