sicnot

Perfil

Daesh

Daesh

Daesh

Curdos iraquianos retomam nove localidades do norte ao Daesh

As forças curdas concluíram hoje uma operação contra o Daesh no norte do Iraque após terem retomado nove localidades aos jihadistas, refere um comunicado.

© Alaa Al-Marjani / Reuters

A operação a leste de Mossul "atingiu os seus objetivos prioritários", indicou o Conselho de Segurança da região autónoma do Curdistão iraquiano, ao referir-se à recuperação de nove cidades controladas pelo Daesh desde junho de 2014.

Cerca de 5.500 peshmergas (combatentes curdos iraquianos), apoiados pela aviação internacional dirigida pelos Estados Unidos, integraram a operação desencadeada domingo antes do amanhecer.

No seu avanço, garantiram o controlo de uma zona de cerca de 120 metros quadrados, perto da estrada principal entre Mossul, o principal bastião do Daesh no Iraque, e Erbil, a capital do Curdistão iraquiano.

Segundo o comunicado, 140 jihadistas foram mortos e 14 viaturas armadilhadas destruídas no decurso desta operação de dois dias.

Quatro peshmergas também terão sido mortos e 34 feridos, indicou um responsável das forças curdas em conferência de imprensa.

Esta operação nos arredores de Mossul ocorreu em simultâneo com uma grande ofensiva, ainda em curso das forças iraquianas contra Fallujah, uma outra importante cidade iraquiana controlada pelo Daesh.

Com Lusa

  • Marido de idosa que morreu na Sertã teve de caminhar durante duas horas para pedir ajuda
    1:44

    País

    A Altice garantiu esta sexta-feira que tentou agendar, por duas vezes, a reposição da linha telefónica na casa da idosa da Sertã, que morreu na semana passada por não ter comunicações que permitissem um socorro rápido. A mulher sentiu-se mal e o marido teve de caminhar durante duas horas para conseguir chegar à casa do vizinho mais próximo e pedir ajuda.

  • "Situação humanitária dos civis em Ghouta é aterradora"
    0:49

    Mundo

    O enviado especial da ONU para a Síria lançou esta sexta-feira um novo apelo a um cessar-fogo. O responsável está particularmente preocupado com a situação da população civil e diz que é preciso evitar que se repita em Ghouta o que se passou em Alepo.

  • Como é que alguém (Rúben Semedo) com tanto pode perder tudo?
    3:05
  • Instantes de uma noite de futebol europeu
    0:41
  • Não dá mais, Brasil!
    18:00