sicnot

Perfil

Daesh

Daesh

Daesh

Forças iraquianas entram em Fallujah, bastião do Daesh

As forças iraquianas entraram hoje na cidade de Fallujah, bastião do grupo extremista Daesh no país, naquela que é a nova fase da operação para recuperar a cidade.

© Alaa Al-Marjani / Reuters

"As forças iraquianas entraram em Fallujah sob proteção aérea da coligação internacional, força aérea iraquiana e aviação do exército e com o apoio de artilharia e tanques", disse o tenente-general Abdelwahab al-Saadi, encarregue da operação.

"Forças dos serviços de contraterrorismo, a polícia de Anbar e o exército iraquiano, pelas 04:00 (02:00 em Lisboa), começaram a entrar em Fallujah vindos de três direções diferentes", disse.

"Há resistência do Daesh", afirmou.

O envolvimento dos serviços de contraterrorismo marca o início de uma fase de combate urbano na cidade onde as forças norte-americanas enfrentaram, em 2004, as suas batalhas mais duras desde a Guerra do Vietname.

Apenas algumas centenas de famílias conseguiram fugir de Fallujah antes da operação, estimando-se que 50 mil civis estejam na cidade, o que gera receios de que os extremistas os usem como escudos humanos.

Com Lusa

  • Europa num clima de tensão parecido ao dos anos que antecederam a 2.ª Guerra Mundial
    2:18

    Mundo

    O populismo e a demonização do outro estão a conduzir a Europa a um clima de tensão semelhante ao dos anos que antecederam a 2.ª Guerra mundial. A conclusão é do relatório anual da Amnistia internacional, que denuncia ainda que 2016 foi um ano de "implacável miséria e medo" para milhões de pessoas. Embalados pelo discurso do medo, vários governos recuaram nos direitos humanos.