sicnot

Perfil

Daesh

Daesh

Daesh

Forças iraquianas entram em Fallujah, bastião do Daesh

As forças iraquianas entraram hoje na cidade de Fallujah, bastião do grupo extremista Daesh no país, naquela que é a nova fase da operação para recuperar a cidade.

© Alaa Al-Marjani / Reuters

"As forças iraquianas entraram em Fallujah sob proteção aérea da coligação internacional, força aérea iraquiana e aviação do exército e com o apoio de artilharia e tanques", disse o tenente-general Abdelwahab al-Saadi, encarregue da operação.

"Forças dos serviços de contraterrorismo, a polícia de Anbar e o exército iraquiano, pelas 04:00 (02:00 em Lisboa), começaram a entrar em Fallujah vindos de três direções diferentes", disse.

"Há resistência do Daesh", afirmou.

O envolvimento dos serviços de contraterrorismo marca o início de uma fase de combate urbano na cidade onde as forças norte-americanas enfrentaram, em 2004, as suas batalhas mais duras desde a Guerra do Vietname.

Apenas algumas centenas de famílias conseguiram fugir de Fallujah antes da operação, estimando-se que 50 mil civis estejam na cidade, o que gera receios de que os extremistas os usem como escudos humanos.

Com Lusa

  • Braga perde com Shakhtar e fica fora dos 16 avos de final da Liga Europa
    3:16
  • Ronaldo não está preocupado com repercussões de eventual fuga fiscal
    1:30

    Football Leaks

    Cristiano Ronaldo diz que quem não deve não teme. O avançado português não se mostra preocupado com as notícias que revelam que o jogador não terá declarado os rendimentos da publicidade ao fisco espanhol. Fontes do Ministério das Finanças do país vizinho confirmaram ao jornal El Mundo que o português está a ser investigado há ano e meio.

  • Dissolução da União Soviética aconteceu há 25 anos

    Mundo

    Assinalam-se esta quinta-feira 25 anos desde o fim do acordo que sustentava a União Soviética. A crise começou em 80, mas aprofundou-se nos anos 90 com a ascensão de movimentos nacionalistas em praticamente todas as repúblicas soviéticas.