sicnot

Perfil

Daesh

Daesh

Daesh

Daesh foi a "maior ameaça" terrorista no mundo em 2015

O grupo extremista Daesh representou em 2015 a "maior ameaça" terrorista no mundo, segundo um relatório divulgado hoje pelo governo dos EUA, que também acusa o Irão e a Síria de reforçarem os seus vínculos terroristas.

(Arquivo)

(Arquivo)

STR

"A capacidade e o controlo territorial do EI no Iraque e na Síria chegaram ao seu ponto mais elevado na primavera de 2015, mas começaram a ruir na segunda metade desse ano", precisou o governo norte-americano no documento.

Em 2015, o Daesh atacou a França, Líbano e a Turquia, atos que "demonstram a capacidade da organização para organizar planos letais para além do Iraque e da Síria", assim como as debilidades dos sistemas de segurança fronteiriça internacional.

Os EUA destacaram ainda neste documento que o grupo extremista Daesh, a rede Al Qaeda e filiais de ambos os grupos estão focados em ataques em massa, como os ataques a cadeias hoteleiras no Burkina Faso, Mali e Tunísia, e o bombardeamento de um avião de passageiros russos no Egito com 224 pessoas a bordo.

"Estes planos foram concebidos para minar a segurança económica, prejudicar economias frágeis, diminuir a confiança no governo e abrir mais fendas religiosas e partidárias", referiu o documento do Departamento de Estado.

O grupo Daesh, em 2015, serviu também de inspiração para ataques de indivíduos ou pequenos grupos radicalizados em várias cidades do mundo, como em San Bernardino, na Califórnia, onde os alegados simpatizantes dos grupos causaram em dezembro 14 mortos ao atacar uma festa natalícia.

Lusa

  • A Verdade sobre a Mentira
    35:13
  • Elemento dos Super Dragões com medida de coação mais gravosa
    1:37

    Desporto

    Os seis arguidos da Operação Jogo Duplo, que investiga crimes de corrupção e viciação de resultados na II Liga de futebol, saíram em liberdade. A medida de coação mais gravosa é para um membro da claque Super Dragões, que terá de pagar uma caução de 5 mil euros.

  • Mais de 120 pessoas com hepatite A
    2:23

    País

    O surto de hepatite A já infetou 128 pessoas, 60 das quais estão internadas em hospitais de Lisboa e Coimbra. A Direção-Geral da saúde recomenda a vacinação apenas aos familiares dos doentes. Apesar de não haver ruptura de stocks, há farmácias que não têm vacinas.

  • Sobreviventes de Mossul relatam mutilações e execuções do Daesh
    1:32