sicnot

Perfil

Daesh

Daesh

Daesh

Daesh foi a "maior ameaça" terrorista no mundo em 2015

O grupo extremista Daesh representou em 2015 a "maior ameaça" terrorista no mundo, segundo um relatório divulgado hoje pelo governo dos EUA, que também acusa o Irão e a Síria de reforçarem os seus vínculos terroristas.

(Arquivo)

(Arquivo)

STR

"A capacidade e o controlo territorial do EI no Iraque e na Síria chegaram ao seu ponto mais elevado na primavera de 2015, mas começaram a ruir na segunda metade desse ano", precisou o governo norte-americano no documento.

Em 2015, o Daesh atacou a França, Líbano e a Turquia, atos que "demonstram a capacidade da organização para organizar planos letais para além do Iraque e da Síria", assim como as debilidades dos sistemas de segurança fronteiriça internacional.

Os EUA destacaram ainda neste documento que o grupo extremista Daesh, a rede Al Qaeda e filiais de ambos os grupos estão focados em ataques em massa, como os ataques a cadeias hoteleiras no Burkina Faso, Mali e Tunísia, e o bombardeamento de um avião de passageiros russos no Egito com 224 pessoas a bordo.

"Estes planos foram concebidos para minar a segurança económica, prejudicar economias frágeis, diminuir a confiança no governo e abrir mais fendas religiosas e partidárias", referiu o documento do Departamento de Estado.

O grupo Daesh, em 2015, serviu também de inspiração para ataques de indivíduos ou pequenos grupos radicalizados em várias cidades do mundo, como em San Bernardino, na Califórnia, onde os alegados simpatizantes dos grupos causaram em dezembro 14 mortos ao atacar uma festa natalícia.

Lusa

  • Chamas no concelho de Torre de Moncorvo ameaçaram aldeia
    1:30

    País

    Dois incêndios no concelho de Torre de Moncorvo deram luta aos bombeiros na tarde de ontem e também durante toda a noite. As chamas estiveram muito próximas da aldeia de Cabanas de Cima, mas os bombeiros conseguiram desviar o fogo.

  • Se

    Se Jaime Marta Soares tiver razão, se a ciência e as autoridades não forem - outra vez? - manipuladas pelo poder político, se a investigação - independente - concluir que o fogo começou muito antes da trovoada, então, estamos diante de um dos maiores embustes do Portugal democrático.

    Pedro Cruz

  • Governo cria fundo de apoio para as pessoas afetadas pelos incêndios
    1:25

    Tragédia em Pedrógão Grande

    O ministro do Planeamento e Infraestruturas reuniu-se esta quarta-feira com os autarcas de Figueró dos Vinhos, Castanheira de Pera e Pedrógão  Grande. O Governo criou um fundo financeiro, com o contributo dos portugueses, para apoiar a reconstrução das habitações e a vida das pessoas afetadas pelos incêndios que lavram desde sábado. O fundo será aprovado quinta-feira em Conselho de Ministros.

  • A reconstrução da Nacional 236
    1:44
  • Harry admite que ninguém na família real britânica quer ser rei ou rainha

    Mundo

    O príncipe Harry admitiu que nenhum dos mais jovens membros da família real britânica quer ser rei ou rainha. Numa entrevista exclusiva à revista norte-americana Newsweek, na qual aborda temas como a morte da mãe, que perdeu com apenas 12 anos, Harry afirma que ele e o irmão estão empenhados em "modernizar a monarquia".

    SIC