sicnot

Perfil

Daesh

Daesh

Daesh

Operação militar contra Fallujah provoca 43 mil deslocados em apenas três semanas

A ofensiva das forças iraquianas contra a cidade de Fallujah, bastião dos "jihadistas" do Daesh, provocou 43.000 deslocados em apenas três semanas, indicou hoje a Organização internacional para as migrações (OIM).

© Thaier Al-Sudani / Reuters

O exército iraquiano, com o contributo de forças paramilitares, lançou em 23 de maio uma vasta ofensiva para retomar Fallujah, situada 50 quilómetros a oeste de Bagdad.

A OIM "identificou um total de 43.470 iraquianos deslocados (7.245 famílias) provenientes do distrito de Fallujah entre 23 de maio de 13 de junho", indicou em comunicado a OIM.

Cerca de 10.000 saíram da cidade apenas entre 11 e 13 de junho, com a maioria dos deslocados a habitarem na periferia de Fallujah, segundo a organização.

Dezenas de milhares de civis ainda permanecem bloqueados no centro da cidade, e alguns utilizados como "escudos humanos" pelo Daesh, segundo testemunhos.

"As deslocações [de populações] (...) particularmente provenientes de Fallujah, necessitam de atenção imediata", sublinha Thomas Lothar Weiss, chefe da missão para o Iraque da OIM e citado no comunicado.

"Os financiamentos (...) são insuficientes para fornecer uma ajuda adequada a este enorme número de deslocados", acrescentou.

Esta última vaga de deslocados aumentou para 3,3 milhões o número de iraquianos forçados a abandonar as suas casas desde o início de 2014, quando o Daesh ocupou vastas zonas a norte e oeste de Bagdad.

Mais de 40% são provenientes da vasta província sunita de Al-Anbar, onde está incluída Fallujah.

Com Lusa

  • Ofensiva iraquiana continua em Fallujah para expulsar Daesh
    0:18

    Daesh

    Entrou na terceira fase a ofensiva que arrancou no dia 22 de maio e que pretende expulsar os jihadistas de Fallujah, no Iraque. Apenas algumas centenas de famílias conseguiram fugir da cidade antes da operação. De acordo com o comandante responsável pela ofensiva, nesta grande operação participam unidades antiterroristas, elementos do Exército e da polícia iraquianos e milicias xiitas.

  • ONU acusa jihadistas de usarem civis como escudos humanos em Fallujah
    1:51

    Daesh

    Cerca de 3 mil e 700 civis terão já conseguido fugir de Fallujah, tomada pelo Daesh e cercada pelas forças iraquianas. As Nações Unidas continuam a apelar à abertura de passagens seguras que permitam a saída dos milhares de civis mas os jihadistas estão a reter os habitantes e a usá-los como escudo humano. O primeiro-ministro iraquiano adiou assalto ao centro da cidade por temer segurança dos civis. A UNICEF alerta que cerca de 20 mil crianças estão presas em Fallujah.

  • Milhares de iraquianos fogem enquanto forças militares atacam o Daesh
    1:17

    Daesh

    O autoproclamado Estado Islâmico continua a perder terreno no Iraque para as forças militares iraquianas. Aperta-se o cerco a Mossul, a cidade tomada pelo Daesh desde 2014. Nos arredores de Fallujah, cidade também parcialmente libertada, milhares de deslocados deixaram as suas casas para fugir ao Daesh.

  • Os negócios menos claros do filho de Pinto da Costa
    1:55
  • BCE autoriza CGD a avançar com recapitalização

    Caso CGD

    A Caixa Geral de Depósitos informou esta sexta-feira que vai prosseguir com as operações da primeira fase do aumento de capital, depois de ter obtido autorização para isso junto do Banco Central Europeu (BCE) e do Banco de Portugal.

  • Condutores apanhados a mais de 200 em corridas ilegais na Ponte Vasco da Gama
    1:25
  • A história da guerra em Alepo
    7:43
  • Reino Unido em alerta máximo de terrorismo

    Mundo

    O Reino Unido elevou o alerta de terrorismo para o nível máximo depois das declarações, esta quinta-feira, do chefe das secretas britânicas. O diretor do MI6 está preocupado com eventuais ataques contra o Reino Unido e outros aliados.

  • Uma "cidade fantasma" na Letónia
    3:10
  • O anúncio de natal que está a emocionar o mundo
    1:47