sicnot

Perfil

Daesh

Daesh

Daesh

Forças iraquianas ocuparam centro de Fallujah que estava nas mãos do Daesh

As forças iraquianas ocuparam hoje o centro da cidade de Fallujah, tendo feito recuar o quartel-general dos extremistas do Daesh, disseram fontes militares de Bagdad.

© Alaa Al-Marjani / Reuters

Após vários dias de combates, as forças especiais de contraterrorismo (CTS) e outras unidades militares iraquianas conseguiram progredir até ao centro da cidade, ponto estratégico para o grupo extremista a apenas 50 quilómetros da capital do país.

"As unidades do CTS e as forças de intervenção rápida controlam o complexo governamental no centro de Fallujah" disse à agência noticiosa France Presse o general Abdelwahab al-Saadi, comandante operacional da luta contra os extremistas islâmicos.

Raed Shaker Jawdat, chefe da polícia federal, confirmou a entrada das forças governamentais na cidade.

A reconquista do centro de Fallujah, tomada pelos extremistas em janeiro de 2014, é um momento significativo que se enquadra na ofensiva de Bagdad lançada no dia 23 de maio.

"A libertação do complexo governamental simboliza o restabelecimento da autoridade do Estado", acrescentou o chefe da polícia federal.

Os edifícios reconquistados pertenciam ao conselho governamental local, ao corpo de polícia e aos serviços de segurança.

Segundo os militares de Bagdad, as forças do governo enfrentaram uma "resistência limitada" por parte dos extremistas do Daesh na última fase da ofensiva que tinha como objetivo a reconquista do centro da cidade.


Lusa

  • Cinco anos depois do incêndio na Serra do Caldeirão
    5:24
  • Destaques económicos que marcaram a semana
    2:03

    Economia

    A semana ficou marcada pela tragédia provocada pelos incêndios no centro do país. No entanto importa olhar para o que se passou noutras áreas e fazer um resumo das notícias relacionadas com a economia. 

  • Quer conhecer os cães mais feios do mundo?
    1:15

    Mundo

    Na Califórnia, nos Estados Unidos, já foi eleito o cão mais feio do mundo de 2017, num concurso que se repete há 29 anos. Com 57 quilos, Martha recebeu a distinção enquanto ressonava no palco.