sicnot

Perfil

Daesh

Daesh

Daesh

Forças iraquianas libertaram cidade de Fallujah

As forças iraquianas libertaram totalmente Fallujah, uma cidade do oeste do Iraque nas mãos do Daesh do grupo Estado Islâmico (EI) desde janeiro de 2014, foi hoje anunciado.

© Thaier Al-Sudani / Reuters

"Hoje, o comandante das operações em Fallujah, o general Abdelwahab al-Saadi, anuncia que a cidade foi libertada depois das forças de elite antiterrorismo assumiram o controlo do bairro Al-Jolan", indicou um porta-voz das forças iraquianas, Sabah al-Noman.

"Não demorou mais de duas horas reconquistar. O EI não disparou uma única bala", afirmou Noman.

As forças de segurança iraquianas lançaram uma ofensiva em 23 de maio para reconquistar um dos mais emblemáticos bastiões do EI, localizado a apenas 50 quilómetros a oeste de Bagdad.

Dezenas de milhares de habitantes da cidade fugiram desde o início da ofensiva e o regresso, uma vez libertada a cidade, arrisca-se a tornar-se complicada devido à presença em massa de engenhos explosivos.

Um responsável militar afirmou no sábado que as forças iraquianas tinham controlado 20.000 pessoas antes de fugirem dos combates para desmascarar eventuais envolvidos do Daesh que podiam ter tentado misturar-se com refugiados.

Com Lusa

  • Traço contínuo às curvas
    2:42
  • Quando se pode circular pela esquerda? A GNR explica (e fiscaliza)
    5:46

    Edição da Manhã

    A regra aplica-se a autoestradas e outras vias com esse perfil mas dentro das localidades há exceções. A Guarda Nacional Republicana está a promover em todo o território nacional várias ações de sensibilização e fiscalização no sentido de prevenir e reprimir a circulação de veículos pela via do meio ou da esquerda quando não exista tráfego nas vias da direita. O major Paulo Gomes, da GNR, esteve na Edição da Manhã. 

  • Jovens impedidas de embarcar de leggings

    Mundo

    A moda das calças-elásticas-super-justas volta a fazer estragos. Desta vez nos EUA onde duas adolescentes foram impedidas de embarcar num voo da United Airlines devido à indumentária, que não cumpria com as regras dos tripulantes ou acompanhantes da companhia aérea norte-americana.

    Manuela Vicêncio

  • Cristas calcula défice de 3,7% sem "cortes cegos" das cativações
    0:45

    Economia

    Assunção Cristas diz que o défice de 2,1% só foi conseguido porque o Governo fez cortes cegos na despesa pública. Esta manhã, depois de visitar uma unidade de cuidados continuados em Sintra, a presidente do CDS-PP afirmou que, pelas contas do partido, sem cativações, o défice estaria nos 3,7%.

  • O pedido de desculpas de Dijsselbloem
    2:12

    Mundo

    O Governo português continua a mostrar a indignação que diz sentir perante as declarações do presidente do Eurogrupo. O ministro dos Negócios Estrangeiros português garante que com Dijsselbloem "não há conversa possível". Jeroen Dijsselbloem começou por recusar pedir desculpa mas depois cedeu perante a onda de indignação.