sicnot

Perfil

Daesh

Daesh

Daesh

Daesh mata 20 reféns em ataque a restaurante no Bangladesh

O ataque reivindicado pelo grupo extremista Estado Islâmico causou a morte de 20 cidadãos estrangeiros, depois de terem estado reféns durante a noite num restaurante do Bangladesh e terem sido agredidos até à morte, segundo um porta-voz do exército local.

© Reuters TV / Reuters

"Os 20 reféns que foram encontrados mortos são estrangeiros", disse Shahab Uddin, um dos porta-vozes militares.

"A maior parte são italianos ou japoneses", acrescentou, sem dar mais informações.

"Recuperámos 20 corpos. A maioria foi brutalmente agredida até a morte com armas afiadas" acrescentou o porta-voz militar Ashfaq Nayeem Chowdhury.

A ofensiva lançada hoje naquele restaurante da capital, resultou ainda na morte de seis atacantes e no resgate de 13 reféns.

Com Lusa

  • Videoamador mostra grupo a atar tocha a um touro
    1:33
  • PJ investiga forma como o FC Porto obteve os e-mails
    1:58

    Desporto

    Enquanto o campeonato português de futebol está de férias do relvado, nos bastidores continua uma guerra aberta por causa dos e-mails. O FC Porto entregou à Polícia Judiciária toda a documentação disponível do chamado caso dos e-mails, que envolve o Benfica num alegado esquema de corrupção. O pedido foi feito pela Unidade Nacional de Combate à Corrupção da PJ. A forma como o FC Porto obteve os e-mails também está a ser investigada pela Polícia Judiciária.

  • Manifestantes bloquearam Caracas

    Mundo

    Milhares de pessoas bloquearam esta sexta-feira as ruas de Caracas e de outras cidades, em protesto contra a repressão e o assassinato de manifestantes pelas forças de segurança.