sicnot

Perfil

Daesh

Daesh

Daesh

EUA enviam 500 soldados para o Iraque para lutar contra o Daesh

O secretário da Defesa dos Estados Unidos, Ashton Carter, anunciou hoje o envio de mais de 500 soldados para o Iraque para ajudar as forças governamentais a lutarem contra o Daesh.

(Arquivo)

(Arquivo)

Na sua quarta visita ao Iraque desde que assumiu funções em fevereiro de 2015, Carter encontrou-se com o primeiro-ministro, Haider Al-Abadi, e com o seu homólogo, Khaled al-Obeidi.

Os Estados Unidos dirigem uma coligação internacional que combate o Daesh e a visita de Carter acontece dois dias depois da recuperação pelas forças iraquianas da base aérea de Qayyarah a cerca de 60 quilómetros a sul de Mossul, considerada uma etapa crucial para a batalha pela reconquista da segunda cidade do Iraque, controlada por aqueles jihadistas desde junho de 2014.

"Perante os recentes avanços das forças de segurança, Carter anunciou que os Estados Unidos, em estreita coordenação com o governo iraquiano, enviarão 560 militares adicionais para o Iraque para que se prossiga esta dinâmica", indicou um comunicado do Pentágono.

"Estes efetivos darão às forças iraquianas um apoio nomeadamente em matéria de capacidade logística e em infraestruturas na base aérea de Qayyarah", precisou.

Com este destacamento o número de efetivos militares norte-americanos no Iraque aumentará para mais de 4.600, a maioria com missões de formação das tropas iraquianas.

Na reunião com Abadi, Carter exprimiu as condolências pelos ataques terroristas do Daesh - na passada segunda-feira um atentado suicida em Bagdad causou quase 300 mortos -, tendo felicitado as forças iraquianas pelos êxitos no combate aos jihadistas, nomeadamente a recuperação da cidade de Fallujah e da base de Qayyarah.

O chefe do Pentágono deve ainda falar ao telefone com o presidente de facto da região autónoma do Curdistão iraquiano (norte), Massud Barzani.

Os Estados Unidos prometerem 415 milhões de dólares (375 milhões de euros) para ajudar as forças curdas, que desempenham um papel chave na luta contra o Daesh na batalha por Mossul.

Com Lusa

  • SIC faz-se à estrada para ouvir eleitores
    2:13
  • Furacão Maria ameaça Ilhas Virgens e Porto Rico

    Mundo

    O furacão Maria "potencialmente catastrófico" está a ameaçar as Ilhas Virgens e o Porto Rico, depois de esta terça-feira ter semeado a destruição na Dominica e provocado um morto e dois desaparecidos na ilha francesa de Guadalupe.

  • Pistolas Nerf podem causar graves lesões nos olhos

    Mundo

    As balas das pistolas Nerf, quando atingem os olhos, podem causar graves lesões. O aviso é de um grupo de médicos de Londres, que recomenda a utilização de óculos protetores e o aumento da idade mínima para a utilização dos brinquedos.

    SIC

  • Investigadores descobrem como transformar gordura "má" em gordura "boa"

    Mundo

    Uma equipa de investigadores da Universidade de Washington, Estados Unidos, descobriu como converter a gordura corporal "má" em gordura "boa", permitindo queimar mais calorias e atrasar o aumento de peso, num estudo conduzido em ratos. Estes resultados abrem caminho para a possibilidade de desenvolver tratamentos mais eficazes para a obesidade e para a diabetes associada ao aumento de peso em pessoas, segundo os autores.

  • Escola na Croácia usa imagem de Melania Trump para chamar alunos

    Mundo

    "Imagine até onde pode ir com um pouco de inglês", foi com estas palavras que uma escola de inglês da Croácia decidiu promover as suas aulas, juntando ainda a fotografia de Melania Trump ao placard do anúncio. Agora, a primeira-dama norte-americana ameaça levar o Instituo Americki a tribunal. Entretanto, o placard já foi retirado do local.

    SIC