sicnot

Perfil

Daesh

Daesh

Daesh

Mais de 1.400 mortos nos últimos dois meses em ofensiva contra o Daesh

Pelo menos 1.439 pessoas morreram nos últimos dois meses em Manbech, norte da Síria, numa ofensiva contra o grupo "jihadista" Daesh levada a cabo pelas Forças da Síria Democrática (FSD), uma coligação curdo-árabe apoiada pelos Estados Unidos.

O Observatório Sírio de Direitos Humanos (OSDH) informou hoje que entre os mortos registados, pelo menos 399 são civis, dos quais 98 menores e 50 mulheres, segundo a agência Efe.

Segundo aquela organização não governamental (ONG), 200 civis morreram na sequência de bombardeamentos do EI, disparos de franco-atiradores e explosões de viaturas armadilhadas, enquanto 199 morreram em ataques aéreos da coligação internacional encabeçada pelos Estados Unidos.

Além destes, 203 combatentes curdos e árabes morreram em confrontos com os 'jihadistas', que prosseguem hoje dentro em Manbech e arredores, relata o Observatório.

A OSDH dá ainda conta da morte de, pelo menos, 837 membros do Daesh na sequência de combates com as FSD, que conta com o apoio aéreo da coligação internacional, liderada pelos Estados Unidos.

O controlo dos "jihadistas" dentro da cidade diminuiu em cerca de 60%, desde que as FSD conseguiram conquistar vários bairros.

A coligação curdo-árabe iniciou no passado dia 31 de maio uma ofensiva para afastar os radicais do domínio de Manbech, um dos feudos do Daesh na província de Alepo, junto à cidade de Al Bab, situada a cerca de 20 quilómetros.

De acordo com os números do OSDH, cerca de 30 mil residentes escaparam de Manbech desde o início da ofensiva e conseguiram chegar a zonas dominadas pela milícia curdo-árabe, ao passo que outros dezenas de milhares continuam ainda cercados, enfrentando uma grave situação de carência alimentar e sanitária.

Com Lusa

  • Todos os distritos sob Aviso Amarelo devido ao frio

    País

    O Instituto Português do Mar e da Atmosfera colocou Portugal continental sob Aviso Amarelo na quarta e na quinta-feira. Os termómetros vão estar abaixo de zero em todo o território, à exceção dos distritos de Lisboa, Porto e Faro.

  • Motim em prisão brasileira fez pelo menos 30 mortos
    1:09

    Mundo

    Um novo motim numa prisão brasileira fez pelo menos 30 mortos. A prisão, que é a maior do Estado do Rio Grande do Norte, tem capacidade para 600 reclusos mas acolhe quase o dobro. Após o motim de 14 horas, a polícia já tem o controlo total da prisão.

  • Aqui também se vive
    16:07
  • Austrália condena Japão por caça de baleias no Oceano Antártico

    Mundo

    O Governo da Austrália condenou hoje o Japão por retomar a caça de baleias no Oceano Antártico, após a divulgação de imagens de um cetáceo morto a bordo de um barco japonês que se encontrava em águas protegidas.O ministro do Ambiente, Josh Frydenberg, manifestou "profunda deceção", um dia depois de a organização Sea Shepherd divulgar fotografias e vídeos de uma baleia minke no barco japonês Nisshin Maru.