sicnot

Perfil

Daesh

Daesh

Daesh

Forças governamentais da Líbia avançam em bastião do Daesh

Reuters

As forças governamentais líbias avançaram hoje no centro de Sirte, principal feudo do Daesh na Líbia, depois dos primeiros ataques aéreos norte-americanos na segunda-feira contra posições dos jihadistas na cidade.

Os combatentes que apoiam o governo de unidade nacional ocuparam o bairro central de al-Dollar após confrontos nos quais morreram cinco dos seus elementos e 17 outros ficaram feridos, informaram aquelas forças nas redes sociais.

O governo líbio sediado em Tripoli lançou em maio uma operação para recuperar Sirte, que os jihadistas controlam desde junho de 2015.

A queda daquela cidade costeira, a 450 quilómetros a leste de Tripoli, constituiria um importante revés para o Daesh, que também tem registado derrotas na Síria e no Iraque.

As forças governamentais entraram em Sirte a 09 de junho e alcançaram bairros no norte e centro da cidade, tendo os jihadistas respondido com carros armadilhados e atiradores furtivos.

Mais de 300 combatentes pró-governamentais morreram e mais de 1.500 ficaram feridos desde o início da batalha por Sirte, segundo fontes médicas em Misrata referidas pela agência France Presse.

As forças pró-governamentais são essencialmente constituídas por milícias da zona ocidental da Líbia, criadas durante a revolução de 2011 que derrubou o ditador Muammar Kadhafi.

Lusa

  • Novo Banco vai reestruturar dívida de Luís Filipe Vieira
    1:22

    Desporto

    O Novo Banco vai reestruturar parte da dívida da empresa de Luís Filipe Vieira, que ronda os 400 milhões de euros. Parte dos ativos da empresa foram transferidos para um fundo para serem rentabilizados no prazo de cinco anos. Esse fundo está a ser gerido pelo vice-presidente do Benfica.

  • Dono de fábrica que ardeu na Anadia diz que produção não vai ser afetada
    2:04
  • Saco azul do BES pagou a 106 pessoas e 96 avenças ocultas
    2:21

    Economia

    Pelo menos 106 pessoas receberam dinheiro da Espírito Santo Enterprises, a companhia offshore criada nas Ilhas Virgens Britânicas e que terá funcionado como um gigantesco saco azul do Grupo Espírito Santo. O jornal Expresso revelou os primeiros vinte nomes da lista, entre os quais estão Zeinal Bava, antigo CEO da PT, e Manuel Pinho, ex-ministro da economia do Governo de José Sócrates.

  • Tragédia em Vila Nova da Rainha aconteceu há uma semana
    7:18
  • Doze meses de polémicas, ameaças e promessas
    3:52