sicnot

Perfil

Daesh

Daesh

Daesh

Rússia usa pela primeira vez base iraniana para atacar posições do Daesh na Síria

No ataque aéreo, participaram bombardeiros estratégicos Tu-22M3, iguais ao da imagem, e Su-34, indicou o Ministério de Defesa russo.

© RIA Novosti / Reuters

Bombardeiros russos estacionados na base aérea iraniana de Hamadan, no oeste do Irão, atacaram hoje posições de extremistas islâmicos na Síria, informou o ministério da Defesa russo.

No ataque aéreo, o primeiro lançado pela Rússia a partir de território iraniano, participaram bombardeiros estratégicos Tu-22M3 e Su-34, indicou o ministério em comunicado.

Os aviões russos concentraram os ataques nas províncias de Alepo, Deir Ezzor e Idleb, onde destruíram cinco grandes arsenais, um campo de treino, três postos de comando e mataram "um grande número de guerrilheiros", acrescentou.

Os bombardeiros foram acompanhados na missão por caças russos, que saíram do aeródromo sírio de Khmeimim.

"Todos os aviões russos regressaram às bases depois de terminarem a missão com êxito", disse um porta-voz da Defesa à agência noticiosa russa Interfax.

O destacamento dos aviões russos na base de Hamadan vai permitir aos bombardeiros, que anteriormente partiam do sul da Rússia, reduzir em 60% o tempo de voo até aos objetivos e aumentar a carga de bombas.

A distância entre a base de Hamadan e a zona central da Síria é de cerca de 900 quilómetros.

De acordo com um órgão de comunicação libanês, a Rússia tem pelo menos três bombardeiros estratégicos destacados na base iraniana.

Na passada semana, os bombardeiros estratégicos russos efetuaram três ataques contra as posições do Daesh em várias regiões sírias.

Lusa

  • Vem lá chuva

    País

    A chuva vai voltar a Portugal continental a partir de quarta-feira e pelo menos até domingo, enquanto as temperaturas mínimas deverão subir.

  • "O Sporting é o um barco à deriva"
    2:26
    O Dia Seguinte

    O Dia Seguinte

    2ªFEIRA 21:50

    A crise do Sporting foi o principal tema em O Dia Seguinte, esta segunda-feira. José Guilherme Aguiar censura Bruno de Carvalho por ter convidado Jorge Jesus para a comissão de honra da recandidatura. Já Rogério Alves não tem dúvidas que a contestação tem aumentado de tom devido à proximidade das eleições do Sporting. Rui Gomes da Silva pensa que toda a direção leonina é responsável pelo mau momento atual do clube.

  • Deputado do PS abandona partido e pode colocar em causa maioria parlamentar
    2:28

    País

    Domingos Pereira foi eleito pelo círculo de Braga. Agora, vai demitir-se do Partido Socialista e entregar o cartão de militante. Contudo, mantém-se no Parlamento, passando assim a deputado independente na Assembleia da República. Pode estar em causa a maioria parlamentar quando o PCP se abstiver.

    Notícia SIC

  • Violação emitida em direto no Facebook

    Mundo

    Três homens foram detidos na Suécia, por suspeitas de violação de uma mulher, num apartamento a 70 quilómetros da capital. Os suspeitos filmaram o ato de violência e exibiram-no em direto no Facebook.

  • "O México não acredita em muros"
    0:45

    Mundo

    Em resposta a Donald Trump, o Presidente mexicano diz que o país não acredita em muros, mas em pontes. Enrique Peña Nieto diz ainda que o México vai procurar dialogar com os Estados Unidos sem confrontos, mas também sem submissão.