sicnot

Perfil

Daesh

Daesh

Daesh

Daesh reivindica atentado que matou 60 pessoas no Iémen

O Daesh reivindicou o ataque suicida que hoje matou 60 recrutas do exército em Áden, segunda cidade do Iémen, noticiou a agência ligada ao grupo, Amaq.

"Cerca de 60 mortos numa operação de martírio realizada por um combatente do Daesh contra um centro de recrutamento em Áden", escreveu a Amaq na sua conta no Twitter.

Segundo fontes da segurança iemenita, um atacante conduziu um veículo carregado de explosivos contra um grupo de recrutas junto a um centro militar no norte de Áden.

O ataque fez pelo menos 60 mortos e 29 feridos, segundo fontes médicas de três hospitais citadas pela agência France-Presse.

Áden é a base do governo iemenita reconhecido internacionalmente, em combate há um ano contra rebeldes apoiados pelo Irão.

Lusa

  • Dois jovens atropelados mortalmente no concelho de Montemor-o-Velho
    2:20
  • Presidente de "O Sonho" suspeito de peculato e fraude
    2:26

    País

    O presidente das três instituições de solidariedade social de Setúbal - incluindo "O Sonho" -, que na sexta-feira foram alvo de buscas, foi constituído arguido. Florival Cardoso é, por enquanto, o único suspeito de peculato e fraude na obtenção de subsídios para as instituições.

  • Manifestação contra mina de urânio junta milhares em Salamanca
    1:39
  • Assalto a Tancos e roubo de armas da PSP podem estar relacionados
    1:24

    País

    O assalto a Tancos e o roubo de armas da PSP, três recuperadas na semana passada, podem estar relacionados. O semanário Expresso avançou este sábado que há suspeitos de terem participado nos dois assaltos e o grupo, ou parte dele, atua principalmente do Algarve, com possíveis ligações a outras organizações espalhadas pelo país ou até transacionais.

  • Cessar-fogo de 30 dias na Síria
    2:07