sicnot

Perfil

Daesh

Daesh

Daesh

Turquia diz que já deteve mais de 400 terroristas do Daesh

© Umit Bektas / Reuters

A Turquia deteve mais de 400 alegados terroristas estrangeiros vinculados ao Daesh desde o início deste ano, declarou esta quarta-feira o ministro do Interior turco, Efkan Ala.

O número de suspeitos jihadistas detidos pelas forças de segurança turcas no mesmo período ascende a 815 pessoas, explicou Efkan Ala às estações de televisão turcas.

As declarações do responsável surgem em resposta a críticas de responsáveis ocidentais que acusam a Turquia de, nos últimos anos, não ter tudo o que estava ao seu alcance para combater o Daesh.

Milhares de jihadistas da Europa, do Médio Oriente, de África e da Ásia têm vindo a utilizar a Turquia como porta de entrada para os territórios controlados pelo Daesh na Síria e no Iraque.

O porta-voz presidencial turco, Ibrahim Kalin, também se referiu esta quarta-feira à suposta postura permissiva da Turquia face aos jihadistas.

"Criticavam-nos por não lutar contra o Daesh e agora que estamos a combatê-los de forma ativa e efetiva também somos criticados", disse Kalin, acrescentando que a Turquia vai continuar a combater o terrorismo com ou sem o apoio do Ocidente.

Kalin assegurou que o seu país está envolvido numa luta contra três organizações terroristas: o Daesh, o grupo armado Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK) e a rede de seguidores do líder religioso Fethullah Gülen, que Ancara acusa de estar por detrás do golpe de Estado falhado de 15 de julho último.

Na semana passada, o exército turco lançou uma ofensiva no noroeste da Síria para expulsar o Daesh e travar a progressão das milícias curdo-sírias, que diz serem o braço armado do PKK.

Com Lusa

  • Manuel Valls diz que Trump fez declaração de guerra à Europa

    Mundo

    O antigo primeiro-ministro francês Manuel Valls, aspirante a candidato socialista às presidenciais deste ano, considerou esta segunda-feira como uma "declaração de guerra" as afirmações do futuro Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, sobre a União Europeia.

  • Morreu o último homem que pisou a Lua

    Mundo

    O astronauta norte-americano Eugene Cernan, o último homem a pisar a Lua, morreu esta segunda-feira aos 82 anos, informou a agência espacial norte-americana, NASA.

  • Novo motim em prisão brasileira do Rio Grande do Norte

    Mundo

    Um motim ocorreu esta segunda-feira de madrugada numa prisão do estado brasileiro de Rio Grande do Norte, sem fazer feridos ou mortos, depois de uma rebelião numa outra prisão do mesmo estado ter feito 26 mortos no fim de semana.

  • Cheias e derrocadas destroem várias casas no Peru
    0:42

    Mundo

    Um deslizamento de terras seguido de uma inundação destruiu várias casas no Peru. As imagens mostram o momento em que o deslizamento acontece e o caos que se gerou. O trânsito ficou cortado e as inundações que se seguiram obrigaram várias pessoas a abandonar as suas habitações.