sicnot

Perfil

Daesh

Daesh

Daesh

Três sírios detidos na Alemanha suspeitos de ligação aos atentados de Paris

Três refugiados sírios, chegados à Alemanha durante o afluxo migratório de 2015 e suspeitos de pertencerem ao grupo extremista Daesh, foram detidos esta terça-feira no norte do país, anunciou o ministério público federal alemão. A AFP avança que são suspeitos de ligação aos atentados de Paris.

Mahir Al-H., de 27 anos, Mohamed A., 26, e Ibrahim M., 18, foram detidos no estado alemão do Eslésvico-Holsácia e os seus apartamentos foram alvo de buscas.

Os três chegaram à Alemanha em novembro de 2015, no pico da crise migratória, durante a qual entraram no país um milhão de requerentes de asilo.

"No estado atual da investigação da polícia criminal, os três acusados são suspeitos de entrar na Alemanha por ordem da organização Daesh, fosse para executar uma missão ou para aguardar novas instruções", pode ler-se num comunicado do ministério público, que decidiu deter os suspeitos por pertencerem a uma "organização terrorista estrangeira".

Mahir Al-H. é suspeito de ter aderido ao Daesh em setembro de 2015 e de ter realizado uma formação em Raqa, o bastião do grupo no norte da Síria.

No mês seguinte, o suspeito e os seus dois presumíveis cúmplices viajaram para a Europa, via Turquia e Grécoa, sob o comando de um responsável do Estado Islâmico responsável pelos "atentados fora do território" da organização.

"Nenhuma missão ou instrução precisa foi até agora identificada pelos inspetores", disse o ministério público, citado pela agência AFP.

Cerca de 200 polícias participaram na operação, segundo a mesma fonte.

A Alemanha foi, em julho, alvo de dois atentados reivindicados pelo Daesh e cometidos por migrantes.

As autoridades alemãs têm apelado à população para que não confunda migrantes e terroristas, reconhecendo no entanto que militantes de organizações terroristas entraram no país no fluxo de refugiados.

Lusa

  • Negócios do fogo
    22:00
  • "Não podemos gastar o dinheiro e depois os filhos e os netos é que pagam"
    2:05

    Opinião

    Miguel Sousa Tavares analisou esta segunda-feira, no habitual espaço de comentário no Jornal da Noite, o reembolso antecipado ao FMI. O comentador da SIC defendeu que seria mais vantajoso se Portugal reembolsasse mais depressa, antes da subida das taxas de juro. Miguel Sousa Tavares considerou ainda que o reembolso da dívida é uma boa notícia, pois seria "desleal" deixar a dívida para "os filhos e os netos" pagarem.

    Miguel Sousa Tavares

  • Os efeitos da tempestade Ana em Portugal
    1:43
  • Porque têm as tempestades nomes?
    0:49

    País

    As tempestades passaram a ter um nome, partilhado pelos serviços de meteorologia de Portugal, França e Espanha. Nuno Moreira, chefe de divisão de previsão meteorológica do IPMA, foi convidado da Edição da Noite da SIC Notícias para explicar que este método é também uma forma de sinalizar a dimensão das tempestades.

  • Fortes nevões no norte da Europa
    0:59

    Mundo

    A tempestade Ana não causou apenas estragos em Portugal, mas também na Galiza, com a queda de árvores e cheias nas zonas ribeirinhas. No norte da Europa, as baixas temperaturas provocaram fortes nevões e paralisaram a Grã-Bretanha, com voos cancelados, escolas fechadas e estradas cortadas.

  • "Meninas proibidas de usar saias curtas e roupa transparente" para evitar abusos em Timor
    0:50
  • "De repente ele estava em cima de mim a beijar-me e a apalpar-me"
    2:43