sicnot

Perfil

Daesh

Daesh

Daesh

Três sírios detidos na Alemanha suspeitos de ligação aos atentados de Paris

Três refugiados sírios, chegados à Alemanha durante o afluxo migratório de 2015 e suspeitos de pertencerem ao grupo extremista Daesh, foram detidos esta terça-feira no norte do país, anunciou o ministério público federal alemão. A AFP avança que são suspeitos de ligação aos atentados de Paris.

Mahir Al-H., de 27 anos, Mohamed A., 26, e Ibrahim M., 18, foram detidos no estado alemão do Eslésvico-Holsácia e os seus apartamentos foram alvo de buscas.

Os três chegaram à Alemanha em novembro de 2015, no pico da crise migratória, durante a qual entraram no país um milhão de requerentes de asilo.

"No estado atual da investigação da polícia criminal, os três acusados são suspeitos de entrar na Alemanha por ordem da organização Daesh, fosse para executar uma missão ou para aguardar novas instruções", pode ler-se num comunicado do ministério público, que decidiu deter os suspeitos por pertencerem a uma "organização terrorista estrangeira".

Mahir Al-H. é suspeito de ter aderido ao Daesh em setembro de 2015 e de ter realizado uma formação em Raqa, o bastião do grupo no norte da Síria.

No mês seguinte, o suspeito e os seus dois presumíveis cúmplices viajaram para a Europa, via Turquia e Grécoa, sob o comando de um responsável do Estado Islâmico responsável pelos "atentados fora do território" da organização.

"Nenhuma missão ou instrução precisa foi até agora identificada pelos inspetores", disse o ministério público, citado pela agência AFP.

Cerca de 200 polícias participaram na operação, segundo a mesma fonte.

A Alemanha foi, em julho, alvo de dois atentados reivindicados pelo Daesh e cometidos por migrantes.

As autoridades alemãs têm apelado à população para que não confunda migrantes e terroristas, reconhecendo no entanto que militantes de organizações terroristas entraram no país no fluxo de refugiados.

Lusa

  • "Já só lhes resta uma coisa: bisbilhotar comunicações privadas"
    2:57

    Caso CGD

    O primeiro-ministro diz que o PSD atingiu o grau zero da política, quando chegou à "bisbilhotice" de querer ver as mensagens trocadas entre o ministro das Finanças e António Domingues. A polémica da Caixa Geral de Depósitos voltou a marcar o debate quinzenal, com António Costa a garantir que nunca esteve em causa a entrega de declarações da administração. Já o PSD e o CDS a acusaram o Governo de violar as regras da transparência e de oprimir os direitos da oposição.

  • Compensa comprar a granel?
    8:39
  • Técnica de defesa contra aperto de mão de Donald Trump
    1:39
  • Vídeo mostra aterragem de Harrison Ford que quase causou um desastre

    Mundo

    Harrison Ford quase provocou um grave acidente quando, ao pilotar um dos seus aviões, falhou a pista de aterragem e esteve muito perto de chocar contra um um Boeing 737, com mais de 100 pessoas a bordo. O incidente com o ator norte-americano, considerado um piloto experiente, aconteceu na passada segunda-feira, dia 13, no Condado de Orange, na Califórnia, e o momento foi captado em vídeo.

  • Descoberta nova espécie de primatas em Angola

    Mundo

    Uma equipa britânica de cientistas descobriu uma nova espécie de galagos anões, um primata pertencente à família dos galonídeos - comum na África subsariana -, na floresta ameaçada da Kumbira, localizada na província do Cuanza Sul, noroeste de Angola.

  • Vestidos da princesa Diana em exposição
    1:29

    Mundo

    As roupas mais emblemáticas da princesa Diana vão estar em exposição no Palácio de Kensington, em Londres, a partir de sexta-feira. O objetivo é mostrar a evolução do estilo da princesa de Gales, considerada um dos maiores ícones de moda de sempre.