sicnot

Perfil

Daesh

Daesh

Daesh

Documentos descobertos na Líbia revelam dotes do Daesh a noivas

Sirte, Líbia

© Ismail Zetouni / Reuters

As forças pró-governamentais que combatem o Daesh na Líbia descobriram documentos que revelam que o grupo extremista oferece dotes fora do comum às suas noivas, incluindo metralhadoras e cintos de explosivos.

As forças aliadas do Governo de Unidade Nacional da Líbia descobriram os arquivos à medida que foram reconquistando o controlo de vários locais, incluindo de vários edifícios, na zona costeira de Sirte.

Os documentos pertenciam ao Departamento Judicial e de Queixas do grupo extremista e foram publicados na página do Facebook das forças pró-governamentais e incluem contratos de casamento e decisões de divórcio, mas não fazem referência a nomes reais e a informações pessoais.

Por exemplo, a 31 de novembro de 2015, Abu Mansour, um tunisino nascido em 1977, casou com uma nigeriana de nome Miriam, na presença de testemunhas sudanesas e malianas.

Ao contrário das normas islâmicas, Abu Mansour não pagou um dote, mas prometeu pagar uma indemnização, que era um cinto de explosivos, caso viesse a morrer ou caso o casamento acabasse.

A Fátima, da Nigéria, foi prometida uma espingarda de assalto Kalashnikov em caso de divórcio ou se o seu marido, Mali Abu Said, morresse.

O Daesh assumiu o controlo de Sirte em junho de 2015 e impôs um reino de terror, que incluía execuções em praça pública.

Os extremistas patrulhavam a cidade de Sirte para garantir que os homens cumpriam com os horários das rezas e que as mulheres não se aventuravam sozinhas nas ruas.

Com Lusa

  • Novo dia de protestos contra expropriações na ilha do Farol
    2:30

    País

    A sociedade Polis Ria Formosa concluiu a tomada de posse das construções identificadas como ilegais na ilha do Farol, na Ria Formosa, em Faro. No segundo dia da operação, sob fortes protestos da população, os técnicos da Polis, escoltados pela Polícia Marítima, expropriaram hoje mais 18 construções.

  • Cunhado do Rei de Espanha em liberdade sem caução

    Mundo

    Inaki Urdangarin vai mesmo aguardar o desenrolar do recurso em liberdade na Suíça, onde o marido da Infanta Cristina tem residência oficial e onde terá de se apresentar às autoridades uma vez por mês, para além de estar obrigado a comunicar qualquer deslocação fora da Europa. De fora fica ainda o pagamento da caução de 200 mil euros pedida pelo Ministério Público espanhol.

  • Zeca Afonso morreu há 30 anos
    1:11
  • Compensa comprar a granel?
    8:39
  • "Isto é uma mentira e tem carimbo de Estado"
    2:12

    Opinião

    O preço das botijas de gás em Portugal duplicou nos últimos 15 anos. José Gomes Ferreira esteve no Jornal da Noite, da SIC, onde explicou este aumento, lembrando que a classe política prometeu que se houvesse mais empresas a operar no mercado, os preços desciam. Contudo, José Gomes Ferreira diz que "isto é uma mentira e tem carimbo de Estado". O Diretor-Adjunto de Informação SIC explicou que como o mercado é livre, os operadores vendem aos preços mais altos que podem, deste modo os preços não variam muito entre uns e outros.

    José Gomes Ferreira