sicnot

Perfil

Daesh

Daesh

Daesh

Documentos descobertos na Líbia revelam dotes do Daesh a noivas

Sirte, Líbia

© Ismail Zetouni / Reuters

As forças pró-governamentais que combatem o Daesh na Líbia descobriram documentos que revelam que o grupo extremista oferece dotes fora do comum às suas noivas, incluindo metralhadoras e cintos de explosivos.

As forças aliadas do Governo de Unidade Nacional da Líbia descobriram os arquivos à medida que foram reconquistando o controlo de vários locais, incluindo de vários edifícios, na zona costeira de Sirte.

Os documentos pertenciam ao Departamento Judicial e de Queixas do grupo extremista e foram publicados na página do Facebook das forças pró-governamentais e incluem contratos de casamento e decisões de divórcio, mas não fazem referência a nomes reais e a informações pessoais.

Por exemplo, a 31 de novembro de 2015, Abu Mansour, um tunisino nascido em 1977, casou com uma nigeriana de nome Miriam, na presença de testemunhas sudanesas e malianas.

Ao contrário das normas islâmicas, Abu Mansour não pagou um dote, mas prometeu pagar uma indemnização, que era um cinto de explosivos, caso viesse a morrer ou caso o casamento acabasse.

A Fátima, da Nigéria, foi prometida uma espingarda de assalto Kalashnikov em caso de divórcio ou se o seu marido, Mali Abu Said, morresse.

O Daesh assumiu o controlo de Sirte em junho de 2015 e impôs um reino de terror, que incluía execuções em praça pública.

Os extremistas patrulhavam a cidade de Sirte para garantir que os homens cumpriam com os horários das rezas e que as mulheres não se aventuravam sozinhas nas ruas.

Com Lusa

  • Manuel Valls diz que Trump fez declaração de guerra à Europa

    Mundo

    O antigo primeiro-ministro francês Manuel Valls, aspirante a candidato socialista às presidenciais deste ano, considerou esta segunda-feira como uma "declaração de guerra" as afirmações do futuro Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, sobre a União Europeia.

  • Morreu o último homem que pisou a Lua

    Mundo

    O astronauta norte-americano Eugene Cernan, o último homem a pisar a Lua, morreu esta segunda-feira aos 82 anos, informou a agência espacial norte-americana, NASA.

  • Novo motim em prisão brasileira do Rio Grande do Norte

    Mundo

    Um motim ocorreu esta segunda-feira de madrugada numa prisão do estado brasileiro de Rio Grande do Norte, sem fazer feridos ou mortos, depois de uma rebelião numa outra prisão do mesmo estado ter feito 26 mortos no fim de semana.

  • Cheias e derrocadas destroem várias casas no Peru
    0:42

    Mundo

    Um deslizamento de terras seguido de uma inundação destruiu várias casas no Peru. As imagens mostram o momento em que o deslizamento acontece e o caos que se gerou. O trânsito ficou cortado e as inundações que se seguiram obrigaram várias pessoas a abandonar as suas habitações.