sicnot

Perfil

Daesh

Daesh

Daesh

Autoridades espanholas detêm alegado recrutador de combatentes para o Daesh

O escalar da ofensiva em Raqqa: A cidade síria continua a ser a "capital" do Daesh. O grupo extremista está a sofrer uma dupla ofensiva na Síria e no Iraque com os curdos a conquistarem a maior população a norte de Mossul e uma aliança árabe-curda a iniciar o ataque a Raqqa. Durante a campanha de Trump, o Presidente eleito prometeu um plano secreto para acabar com o Daesh e é durante 2017 que o mundo vai descobrir até que ponto este plano vai resultar.

© Rodi Said / Reuters

A polícia espanhola deteve em San Sebastián um marroquino que alegadamente liderava uma célula que recrutava combatentes para enviar para a Síria ou Iraque, onde se juntariam ao Daesh, e que poderiam voltar à Europa para cometer atentados.

A célula extremista era composta por outros dois membros, além do detido, que após regressarem das zonas de conflito na Síria e no Iraque com intenção de cometerem atentados na Europa, foram detidos no passado mês de novembro em Marrocos e em França, informou o Ministério do Interior em comunicado.


Ambos seguiam instruções concretas e específicas do Estado Islâmico enquanto o detido em San Sebastián dirigia e controlava uma célula em Espanha.


Esta nova operação, que contou com a colaboração do Centro Nacional de Inteligência de Espanha e a Direção de Vigilância do Território de Marrocos, faz parte da estratégia de neutralização das ameaças recentemente difundidas pelo Estado Islâmico.


Desde 2015, quando o Ministério do Interior elevou para 4 o nível de alerta antiterrorista, as Forças e Corpos de Segurança detiveram 181 extremistas.

Lusa

  • "A nossa lei tem demasiados buracos"
    0:44

    País

    Rui Cardoso acusa a classe política de não querer resolver os problemas da corrupção em Portugal. Entrevistado na Edição da Noite da SIC Notícias o magistrado do Ministério Público considera que ainda há um longo caminho a percorrer no combate à corrupção.

  • Salah Abdeslam deixa cadeira vazia na leitura da sua sentença
    2:05

    Mundo

    O único suspeito vivo dos ataques de Paris em 2015 foi esta segunda-feira condenado a 20 anos de prisão por um tribunal belga, num processo paralelo: um tiroteio em março de 2016, em Bruxelas. Tanto Salah Abdeslam como o cúmplice não quiseram estar na leitura da sentença. O julgamento de Salah Abdeslam pelos ataques de Paris só deverá acontecer no próximo ano, em França.

  • Beyoncé e a irmã caem e o vídeo torna-se viral

    Cultura

    Beyoncé voltou este fim de semana a subir ao palco do Coachella, depois de ter atuado na primeira semana do festival que decorreu no deserto da Califórnia, nos EUA. A cantora norte-americana voltou a brilhar, mas foi o momento em que caiu no palco com a irmã, Solange, que acabou por se tornar viral.

    SIC

  • Cientistas querem sequenciar genomas de 15 milhões de espécies

    Mundo

    Um consórcio internacional de cientistas, que por enquanto não inclui portugueses, propõe-se sequenciar, catalogar e analisar os genomas (conjuntos de informação genética) de 15 milhões de espécies, uma tarefa que levará dez anos a fazer, foi divulgado esta segunda-feira.