sicnot

Perfil

Daesh

Daesh

Daesh

Autoridades espanholas detêm alegado recrutador de combatentes para o Daesh

O escalar da ofensiva em Raqqa: A cidade síria continua a ser a "capital" do Daesh. O grupo extremista está a sofrer uma dupla ofensiva na Síria e no Iraque com os curdos a conquistarem a maior população a norte de Mossul e uma aliança árabe-curda a iniciar o ataque a Raqqa. Durante a campanha de Trump, o Presidente eleito prometeu um plano secreto para acabar com o Daesh e é durante 2017 que o mundo vai descobrir até que ponto este plano vai resultar.

© Rodi Said / Reuters

A polícia espanhola deteve em San Sebastián um marroquino que alegadamente liderava uma célula que recrutava combatentes para enviar para a Síria ou Iraque, onde se juntariam ao Daesh, e que poderiam voltar à Europa para cometer atentados.

A célula extremista era composta por outros dois membros, além do detido, que após regressarem das zonas de conflito na Síria e no Iraque com intenção de cometerem atentados na Europa, foram detidos no passado mês de novembro em Marrocos e em França, informou o Ministério do Interior em comunicado.


Ambos seguiam instruções concretas e específicas do Estado Islâmico enquanto o detido em San Sebastián dirigia e controlava uma célula em Espanha.


Esta nova operação, que contou com a colaboração do Centro Nacional de Inteligência de Espanha e a Direção de Vigilância do Território de Marrocos, faz parte da estratégia de neutralização das ameaças recentemente difundidas pelo Estado Islâmico.


Desde 2015, quando o Ministério do Interior elevou para 4 o nível de alerta antiterrorista, as Forças e Corpos de Segurança detiveram 181 extremistas.

Lusa

  • Seca contribui para a redução de nutrientes no mar e está a afetar a pesca
    2:11
  • Francisco George toma posse como presidente da Cruz Vermelha Portuguesa

    País

    O ex-diretor-geral da Saúde, Francisco George toma hoje posse como presidente da Cruz Vermelha Portuguesa. Em entrevista à Lusa, manifestou a intenção de criar uma unidade para abastecimento de água potável e redução dos problemas de saneamento em catástrofes como os incêndios deste verão. Além disso, em nome da transparência, vai tornar públicas as contas do organização, incluindo os donativos.

  • Comprar um carro em segunda mão sem ser enganado 
    8:44