sicnot

Perfil

Daesh

Daesh

Daesh

Bastião do Daesh perto de Raqa foi palco de violentos combates

(Arquivo)

© Rodi Said / Reuters

Violentos combates decorreram esta quarta-feira entre forças que lutam contra os jihadistas e combatentes do Daesh a 20 quilómetros de Raqa, principal bastião daquele grupo radical na Síria, segundo um correspondente da agência AFP.

Desde que foi anunciada, no sábado passado, uma nova fase na ofensiva para conquistar a cidade, as Forças Democráticas Sírias, uma aliança de combatentes árabes e curdos apoiada pela coligação militar internacional liderada pelos Estados Unidos, tentam quebrar as defesas do Daesh a norte e nordeste de Raqa.

O correspondente da AFP em Bir Fawwaz, a 20 quilómetros de Raqa, deu conta de combates durante todo o dia e de disparos contra as posições do grupo 'jihadista' na aldeia vizinha de Maayzila.

"Estão a ser travados duros combates desde hoje de manhã. Muitos combatentes do Daesh estão entrincheirados em Maayzila", indicou um comandante no terreno, Ararat Kojer.

Desde o lançamento desta nova ofensiva, as Forças Democráticas assumiram o controlo de 12 aldeias da região.

"O avanço tem sido lento, dado que o Daesh oferece forte resistência e minou os arredores de várias povoações", disse Rami Abdel Rahmane, diretor do Observatório Sírio dos Direitos Humanos.

A ofensiva para conquistar Raqa foi lançada a 06 de novembro do ano passado.

Lusa

  • "Putin é uma ameaça maior do que o Daesh"
    0:24

    Mundo

    O senador norte-americano John Mccain atacou Vladimir Putin dizendo que é uma ameaça maior do que o Daesh. O antigo candidato à Casa Branca acusa a Rússia de querer destruir a democracia ao tentar manipular o resultado das presidenciais dos Estados Unidos.

  • "Não podemos fazer de Lisboa uma cidade para turistas"
    2:44

    Opinião

    Miguel Sousa Tavares analisou esta segunda-feira, no Jornal da Noite da SIC, o mandato de Fernando Medina na Câmara de Lisboa. O comentador da SIC defendeu que o autarca tem "muitos problemas por resolver" e que a Câmara tem investido "mais na recuperação de zonas em que os lisboetas praticamente não conseguem ir". Sousa Tavares disse ainda que Lisboa não pode ser uma cidade para turistas.

    Miguel Sousa Tavares

  • "É muito importante ceder à tentação de se abolir a liberdade"
    1:06
  • Menos casos de sida em Portugal
    1:44