sicnot

Perfil

Daesh

Daesh

Daesh

Pelo menos 23 civis mortos em bombardeamento perto de cidade síria de Al Raqa

© Rodi Said / Reuters

O número de vítimas dos bombardeamentos realizados por aviões alegadamente da coligação internacional, liderada pelos EUA, perto da cidade síria de Al Raqa subiu para 23, informou o Observatório Sírio para os Direitos Humanos.

Entre os mortos no bombardeamento realizado na localidade de Al Matab, controlada pelo grupo radical Daesh, há oito crianças e seis mulheres, segundo o Observatório, que disse que a maioria das vítimas pertencem a uma mesma família.

A Organização não-governamental também referiu a existência de feridos, incluindo alguns em estado grave, mas sem precisar números.

Desde o início das operações da coligação internacional, em setembro de 2014, morreram pelo menos 890 civis, entre eles 212 crianças, devido aos bombardeamentos, segundo uma contagem do Observatório.

A ONG reiterou na terça-feira o pedido à coligação internacional para ter cuidado com os bombardeamentos nas zonas urbanas como Al Raqa, porque "não há justificação" para matar civis.

Os Estados Unidos apoiam também, com cerca de 500 efetivos de forças especiais, as Forças da Síria Democrática (FSD), milícias lideradas por curdos, que desenvolvem a operação "Ira do Eufrates" desde novembro passado com o objetivo de isolar a cidade de Al Raqa, a "capital" do grupo Daesh.

As FSD estão a uns oito quilómetros de Al Raqa e recentemente conseguiram cortar várias estradas que ligavam esta cidade com outras sob o controlo dos radicais, como Deir al Zur.

Segundo fontes de Defesa norte-americanas citadas pelo diário The Washington Post, os Estados Unidos começaram a destacar efetivos dos fuzileiros como reforço para o assalto a Al Raqa.

Lusa

  • UGT reivindica que salário mínimo ultrapasse os 600€
    0:26

    Economia

    O secretário-geral da UGT reivindica que até 2019 o salário mínimo nacional ultrapasse os 600 euros. Este sábado, num congresso distrital na Guarda, Carlos Silva considerou que o Governo tem condições para ir mais além e voltou a defender que para o próximo ano o patamar mínimo para a negociação deve ser os 585 euros.

  • 950 militares cercam a Rocinha, no Rio de Janeiro
    2:36
  • Franceses em protesto contra reformas de Macron
    1:04
  • Tony Carreira em Paris com sala cheia
    2:36

    Cultura

    O cantor Tony Carreira actuou ontem em Paris e teve sala cheia a aplaudir os temas que o tornaram conhecido há quase 30 anos. As recentes acusações de plágio não parecem afectar a popularidade do artista, que vai continuar em tournée. A Sic acompanhou o artista neste concerto.