sicnot

Perfil

Daesh

Daesh

Daesh

Entre 30 mil e 50 mil pessoas presas pelos jihadistas em Raqa

Goran Tomasevic

A ONU estima que há entre 30 mil e 50 mil pessoas que permanecem presas pelo Daesh, na cidade síria de Raqa e cuja situação se deteriora rapidamente.

"É imperativo que se permita que os civis presos saiam por uma passagem segura para que recebam proteção e abrigo", pediu o porta-voz da Agência das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR), Andrej Mahecic, numa conferência de imprensa.

Neste sentido, o ACNUR comunicou que completou uma primeira série de escoltas humanitárias até Qamishli, na província de Hassakeh (nordeste da Síria), numa operação que durou duas semanas, e que abriu uma nova rota de ajuda para quem está em Raqa.

Esta passagem foi fechada há quase dois anos devido ao conflito armado.

Desde o início de abril, foram registadas mais de 190 mil pessoas deslocadas na província de Raqa.

A nova rota será utilizada de forma regular para os envios de ajuda desde Damasco, Homs e Alepo, de acordo com o ACNUR.

Lusa

  • Vaca algarvia em risco de extinção
    3:42

    País

    É uma corrida contra o tempo e o risco iminente de extinção. Numa altura em que são conhecidos apenas cinco exemplares da raça bovina algarvia, a inseminação artificial parece ser a única forma de evitar o desaparecimento completo de uma raça que foi desaparecendo com as mudanças na agricultura.