sicnot

Perfil

Eleições em Espanha

Eleições em Espanha

Eleições em Espanha

Ciudadanos propõe acordo a três com PP e PSOE para viabilizar novo governo

O líder do Ciudadanos, Albert Rivera, declarou hoje que vai propor um "acordo a três" com o PP e o PSOE para viabilizar um governo e uma legislatura que "garanta a estabilidade e unidade de Espanha" na sequência das eleições gerais de domingo.

Líder dos Cuidadanos em discurso após o anúncio dos resultados das eleições

Líder dos Cuidadanos em discurso após o anúncio dos resultados das eleições

© Susana Vera / Reuters

O Ciudadanos, que conseguiu 40 deputados, propõe assim um "pacto por Espanha" - para realizar "reformas democráticas e urgentes" - com o vencedor das eleições, o PP (123 deputados) e com a segunda força mais votada, o PSOE (com 90 deputados).

"Proponho não reuniões bilaterais, mas uma mesa de negociação [a três] para dar estabilidade a Espanha", disse Albert Rivera em conferência de imprensa, especificando que não inclui o Podemos neste momento.

Por outro lado, o líder do Ciudadanos (centro-direita) deixou claro que não pretende um "governo a três", e sim um "acordo de mínimos" que permita arrancar a legislatura e evitar novas eleições dentro de três meses.

"Não estou a propor um governo tripartido, nem estou a falar de estar no governo, mas [um acordo entre Ciudadanos, PSOE e PP] que permita o início da legislatura, com abstenção do Ciudadanos e do PSOE", disse Albert Rivera.

Rivera acrescentou que - como se trata de um pacto de regime "pela estabilidade e unidade de Espanha" - para começar, "não falará com quem quer dividir a Espanha", numa referência à proposta do Podemos de viabilizar um referendo sobre a independência na Catalunha.

O líder do Ciudadanos - partido que as sondagens pré-eleitorais davam como fundamental em futuros acordos e que ficou aquém desse resultado - recordou ainda que as forças independentistas na Catalunha chegaram a um pré-acordo para a investidura de Artur Mas como presidente regional catalão e para reiniciar o processo soberanista na região.

Por isso mesmo, defendeu a necessidade de os partidos constitucionalistas fazerem o mesmo e atuem com "sentido de Estado" numa "legislatura excecional".

"É preciso enviar uma mensagem aos independentistas catalães: governe quem governe, a unidade dos espanhóis não é negociável e a Constituição é o único quadro de referência possível".

O Ciudadanos, partido que nasceu na Catalunha, opõe-se à independência da região face ao resto de Espanha. A força política de Rivera assumiu-se como a principal força da oposição no parlamento regional da Catalunha, mas nas eleições gerais do passado domingo a força mais votada foi a plataforma apoiada pelo Podemos (En Comú Podem).

O presidente do Governo espanhol, Mariano Rajoy, reúne-se hoje de manhã com o secretário-geral do PSOE, Pedro Sánchez, na sede do executivo, para analisar o cenário político que resulta das eleições gerais espanholas de domingo.

Lusa

  • Impasse político em Espanha
    1:50

    Eleições em Espanha

    O presidente do Governo espanhol, Mariano Rajoy, reúne-se hoje com o secretário-geral do PSOE, Pedro Sánchez. Os socialistas adiaram a análise dos resultados eleitorais e a resposta ao pacto constitucional oferecido pelo PP. A complicar a atual crise, os independentistas da Catalunha finalizaram a proposta para formar o Governo que pode declarar a independência.

  • Sismo abala centro de Itália

    Mundo

    Um sismo abalou esta manhã o centro de Itália, incluindo a capital, Roma, e outras localidades atingidas por uma série de tremores o ano passado. De acordo com a Reuters, o sismo teve uma magnitude de 5.7.

    Em desenvolvimento

  • Bebé nasce na Ucrânia com ADN de três pais

    Mundo

    Nasceu a 5 de janeiro, na Ucrânia, uma menina filha de um casal infértil graças à ajuda de uma nova técnica de fertilização in vitro, que conta com a colaboração de uma terceira pessoa. De acordo com o britânico The Times, os médicos utilizaram pela primeira vez um método denominado transferência pronuclear. Esta não é, contudo, a primeira vez que nasce um bebé com ADN de três progenitores.

  • Acordo de concertação social assinado por todos os parceiros

    Economia

    Está assinado o acordo da Concertação Social que estipula a descida da TSU para as empresas como contrapartida do aumento do salário mínimo. Ao contrário do que é habitual, o momento não foi assinalado na sede do Conselho Económico e Social (CES), mas as assinaturas foram divulgadas no Twitter.

  • Oposição diz que défice abaixo dos 2,3% se deve ao aumento de impostos
    2:24

    Economia

    O défice de 2016 vai ficar abaixo dos 2,3%, uma garantia dada pelo primeiro-ministro durante o debate quinzenal desta terça-feira. A oposição diz que o resultado é bom para o país mas que se deve a um aumento de impostos, feito pelo Governo no ano passado, e ao trabalho do PSD e do CDS nos anos anteriores.

  • CIA desvenda segredos de quase 50 anos de História

    Mundo

    A CIA publicou online quase 12 milhões de documentos confidenciais. Basta uma ligação à Internet para navegar por entre 50 anos de relatórios outrora secretos. Entre os milhões de páginas, estão documentos sobre um eventual assassínio de Fidel Castro, detalhes sobre os crimes de guerra nazis, relatórios sobre avistamentos de OVNI e um estudo sobre telepatia denominado "Projeto Star Gate".