sicnot

Perfil

Eleições em Espanha

Eleições em Espanha

Eleições em Espanha

Pedro Sánchez perde votação para ser eleito presidente do Governo de Espanha

O candidato socialista à investidura como presidente do Governo de Espanha, Pedro Sánchez, perdeu a primeira votação no Congresso dos Deputados, para a qual precisava de maioria absoluta, pelo menos 176 votos.

O socialista Pedro Sánchez falhou a eleição como presidente do governo no início do mês.

O socialista Pedro Sánchez falhou a eleição como presidente do governo no início do mês.

© Andrea Comas / Reuters

Terminada a votação, o número de votos "Não" foi de 219 - passando acima dos 176 deputados necessários na primeira votação para chumbar o nome do secretário-geral do PSOE para novo presidente do Governo espanhol.

Pedro Sánchez contou apenas com os 90 votos do grupo parlamentar socialista e os 30 do grupo do Ciudadanos (centro-direita), com o qual assinou um acordo de investidura na semana passada. Registou-se ainda uma abstenção.

O candidato socialista submete-se na sexta-feira a uma segunda votação (que apenas requer maioria simples, ou mais votos "Sim" que "Não" para passar).

No entanto, as indicações dos vários grupos ao longo das sessões de investidura deixam antever que terá as mesmas dificuldades para ser aprovado.

Lusa

  • Celebridades protestam contra Donald Trump
    3:00

    Mundo

    Tem sido assim desde a campanha e continua. Grande parte da comunidade de artistas não está nada contente com o Presidente eleito. Vários artistas aproveitaram o dia da tomada de posse para se reunirem em Nova Iorque e protestarem contra Donald Trump.

  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.

  • Encontrados dez sobreviventes no hotel engolido por um avalanche em Itália
    1:44
  • Videoclipe mostra mulheres a fazer tudo o que é proibido na Arábia Saudita
    1:55

    Mundo

    Um grupo de mulheres canta, dança e faz outras coisas proibidas na Arábia Saudita como forma de protesto. O vídeo é uma crítica social à forma como as mulheres islâmicas são tratadas pelos maridos. Na letra constam frases como "Faz com que os homens desapareçam da terra" e "Eles provocam-nos doenças psicológicas". A ideia partiu de um homem, Majed al-Esa e já conta com 5 milhões de visualizações.

    Patrícia Almeida