sicnot

Perfil

Eleições em Espanha

Eleições em Espanha

Eleições em Espanha

Iglesias diz que Podemos vai ganhar e estende a mão ao PSOE

O líder do Unidos Podemos, Pablo Iglesias, manifestou-se hoje confiante na vitória nas legislativas em Espanha e voltou a estender a mão ao PSOE para tirar do governo "Mariano Rajoy e as suas políticas".

© Andrea Comas / Reuters

Em declarações aos jornalistas depois de exercer o seu direito de voto no instituto Tirso de Molina, no bairro madrileno de Vallecas, Iglesias reiterou que se está a consolidar "uma nova transição" em Espanha e que esta noite as eleições vão colocar o país numa nova direção.

"Vamos ganhar, mas, em qualquer caso, mantenho a mão estendida ao Partido Socialista" Operário Espanhol (PSOE), afirmou o líder do Unidos Podemos, sublinhando que "ninguém quer" a realização de terceiras eleições.

O candidato do Unidos Podemos afirmou ainda que "o que convém" a Espanha é um governo de coligação entre o Unidos Podemos e o PSOE, que consiga "tirar Mariano Rajoy e as suas políticas da Moncloa", a sede do Governo espanhol.

"A história não pode parar e fomos chamados a governar", afirmou.

Iglesias manifestou-se finalmente "muito tranquilo" em relação aos resultados que serão conhecidos esta noite, considerando que os eleitores "não acreditam no apelo ao medo", porque sabem que querem "um governo sério e responsável".

As assembleias de voto abriram pelas 09:00 locais (08:00 em Lisboa) para recolher os votos dos mais de 36,5 milhões de eleitores, que decidirão a distribuição dos 350 lugares do Congresso dos Deputados e dos 208 do Senado.

Nestas eleições legislativas há 22.953 assembleias de voto, espalhadas por 52 subscrições para o Congresso dos Deputados e 59 para o Senado, que encerram às 20:00 (19:00 em Lisboa), exceto nas ilhas Canárias, onde todo o processo decorre uma hora mais tarde.

Desde as eleições de 20 de dezembro, os partidos políticos foram incapazes de chegar a acordo para assumir as responsabilidades governativas.

Lusa

  • "Só numa ditadura é possível tentar esconder o número de vítimas"
    0:51

    Tragédia em Pedrógão Grande

    O primeiro-ministro diz que é "lamentável" a tentativa de aproveitamento político à volta dos incêndios. António Costa esteve esta quarta-feira à tarde na Autoridade Nacional de Proteção Civil e, no final do briefing, disse que é preciso confiança nas instituições do Estado. O primeiro-ministro deixou ainda muitas críticas à oposição no caso da lista de vítimas de Pedrógão Grande.

  • Sociedade de Pneumologia recomenda cuidados com calor e incêndios

    País

    A Sociedade Portuguesa de Pneumologia (SPP) alertou esta quarta-feira para os riscos respiratórios decorrentes dos incêndios e temperaturas elevadas, sobretudo para quem sofre de doenças crónicas, propondo medidas preventivas e recordando o aumento de mortalidade associado ao calor.

  • E os 10 mais ricos de Portugal são...

    Economia

    A família Amorim lidera a lista dos mais ricos do país, com uma fortuna avaliada em 3840 milhões de euros. Em segundo lugar surge Alexandre Soares dos Santos com 2532 milhões de euros. A família Guimarães de Mello ainda entra para o top 3, com um valor de 1471 milhões de euros. A lista foi elaborada pela revista EXAME, que conclui que os ricos estão ainda mais ricos, pela quarta vez consecutiva.

    Bárbara Ferreira

  • "Estou grávida! Estou a morrer!"
    1:14
  • Mulher vive sozinha numa ilha há 40 anos

    Mundo

    Zoe Lucas é a única pessoa a viver numa ilha canadiana, no norte do Atlântico. Nas últimas quatro décadas, a mulher de 67 tem partilhado a ilha Sable com cerca de 400 cavalos selvagens e 350 espécies de pássaros.