sicnot

Perfil

Eleições em Espanha

Eleições em Espanha

Eleições em Espanha

Mariano Rajoy reclama "direito de governar"

O líder do Partido Popular, Mariano Rajoy, vencedor das eleições de hoje em Espanha, reclamou "o direito de governar" e prometeu estar "à altura das circunstâncias", afirmando que o objetivo principal é "ser útil a 100% dos espanhóis".

© Marcelo del Pozo / Reuters

"Ganhámos as eleições, reclamamos o direito de governar. Agora o que se trata é de ser 100% útil a todos os espanhóis, os que votaram em nós e os que não votaram. Estamos à disposição de todos", declarou Mariano Rajoy, num discurso a partir de um palanque onde se lia em letras garrafais "Gracias" (obrigado).

O líder conservador foi recebido aos gritos de "Presidente, Presidente" (presidente do Governo) e começou o seu discurso com a expressão "Sim, é possível", mensagem repetida pelos milhares de apoiantes.

"Somos espanhóis, com muita honra e orgulho, e defendemos os interesses gerais dos espanhóis acima de qualquer outra consideração. E este partido merece respeito", disse, num discurso que foi frequentemente interrompido pela multidão, com cânticos como "E viva Espanha" ou "Campeões, campeões".

Espanha vive "uma situação difícil" e tem "à sua disposição um instrumento muito importante que nunca irá falhar, nem a Espanha nem aos espanhóis, votem em quem votarem, e que é o Partido Popular", afirmou Rajoy.

"A partir de amanhã teremos de começar a falar com todos e assim o faremos", garantiu.

Lusa

  • Brinquedos tecnológicos para oferecer no Natal
    5:33
  • Aniversário de Marcelo passado nas comemorações dos 700 anos da Marinha
    1:45

    País

    O Presidente da República defende que é preciso continuar a investir na Armada, nas pessoas, nas capacidades e no apoio de retaguarda. No dia em que fez 69 anos, Marcelo Rebelo de Sousa esteve nas comemorações dos 700 da Marinha, onde sublinhou os sete séculos de conquistas e de combates navais.

  • Rui Rio comprometeu-se a realizar apenas dois debates
    0:45

    País

    Rui Rio disse esta terça-feira que foi apanhado de surpresa com a mudança de posição de Pedro Santana Lopes, que exige três debates entre os dois candidatos à liderança do PSD nos canais generalistas. Rui Rio reiterou ainda que se comprometeu a fazer apenas dois debates.

  • Costa anuncia reunião sobre neutralidade carbónica em fevereiro
    2:03

    País

    O Presidente francês defende que é preciso ir mais longe e mais rápido na luta contra as alteração climáticas, numa resposta à decisão de Donald Trump de retirar os EUA do Acordo de Paris. Em fevereiro, será a vez de Portugal organizar uma reunião sobre energia e transportes.