sicnot

Perfil

Eleições em Espanha

Eleições em Espanha

Eleições em Espanha

Ciudadanos abre a porta a um governo em minoria de Rajoy

A terceira força política mais votada nas eleições legislativas espanholas, Ciudadanos, indicou hoje que não irá inviabilizar um governo minoritário do PP (Partido Popular), abrindo a porta a uma abstenção na votação de investidura do novo executivo.

© Javier Barbancho / Reuters

"Não vamos apoiar nem entrar num governo de Mariano Rajoy" (atual presidente do governo de gestão e líder do PP, o partido mais votado), assegurou Albert Rivera, líder do Ciudadanos, depois de um encontro com Rajoy, acrescentando que "pode haver um governo minoritário com apoios pontuais".

Alberto Rivera convocou uma reunião da direção do Ciudadanos para quarta-feira decidir se se irá abster no caso de Rajoy apresentar um governo sem ter uma maioria absoluta no Congresso dos Deputados.

"Todos temos de ceder alguma coisa" e "a opção de realizar pela terceira vez eleições não é opção", disse Rivera.

Mariano Rajoy está a realizar uma ronda de reuniões bilaterais com todos os líderes dos partidos com assento parlamentar, à procura de apoios para formar governo.

O PSOE (Partido Socialista Operário Espanhol, o segundo mais votado) decidiu recusar a proposta de formação de uma grande coligação feita pelo PP e assumir-se como oposição a um governo liderado por Rajoy, mas não é claro se poderá, através da sua abstenção ou da abstenção de parte dos seus deputados, viabilizar esse executivo.

Mariano Rajoy e Pedro Sanchez reúnem-se amanhã pela primeira vez depois das eleições de 26 de junho.

Albert Rivera concordou que é importante que o novo governo deve tomar posse antes do fim do corrente mês ou, o mais tardar, no início de agosto.

O PP foi o partido mais votado nas eleições de 26 de junho, com 137 deputados, mais 14 que nas legislativas de dezembro, mas longe dos 176 mandatos que dão a maioria absoluta no congresso espanhol.

O PSOE ficou em segundo lugar, com 85 assentos (90 em dezembro), enquanto a aliança de esquerda Unidos Podemos ficou em terceiro e elegeu 71 deputados, com o Ciudadanos a conseguir 32 assentos.

Os membros das novas Cortes espanholas (Congresso de Deputados e Senado) tomam posse a 19 de julho.

Poucos dias depois da constituição das duas câmaras, mas sem prazo definido, o rei de Espanha, Filipe VI, iniciará as consultas com os partidos para, em seguida, fazer uma proposta de candidato a assumir a presidência do governo.

Lusa

  • As vantagens de comprar online
    8:03
  • Suspeito de homicídio à porta do Luanda foi ouvido em tribunal e ficou em preventiva
    1:36

    País

    O suspeito de ser o autor dos disparos que mataram um jovem junto à discoteca Luanda foi ouvido em tribunal e ficou em prisão preventiva. Segundo a investigação, tudo terá começado com um mero desacato, ainda dentro da discoteca, onde a vítima e o detido foram filmados a discutir. O homem de 23 anos está indiciado por dois crimes de homicídio, um na forma tentada.

  • Filho de Trump critica mayor de Londres por palavras de 2016

    Ataque em Londres

    Donald Trump Júnior criticou o presidente da Câmara de Londres logo a seguir ao ataque de quarta-feira que fez três mortos e mais de 40 feridos. O filho de Presidente publicou no Twitter uma reação a uma declaração de Sadiq Khan de setembro de 2016. Para o Presidente dos EUA, o ataque em Londres é "uma grande notícia".

  • Marcelo reuniu-se com líderes europeus para falar do futuro da UE
    2:31

    País

    Marcelo Rebelo de Sousa esteve esta quarta-feira em Bruxelas e participou numa homenagem às vítimas do atentado em Bruxelas, onde colocou uma coroa de flores junto ao monumento.O Presidente da República esteve também reunido com os líderes das principais instituições europeias para falar sobre o futuro da UE.