sicnot

Perfil

Eleições em Espanha

Eleições em Espanha

Eleições em Espanha

Ciudadanos abre a porta a um governo em minoria de Rajoy

A terceira força política mais votada nas eleições legislativas espanholas, Ciudadanos, indicou hoje que não irá inviabilizar um governo minoritário do PP (Partido Popular), abrindo a porta a uma abstenção na votação de investidura do novo executivo.

© Javier Barbancho / Reuters

"Não vamos apoiar nem entrar num governo de Mariano Rajoy" (atual presidente do governo de gestão e líder do PP, o partido mais votado), assegurou Albert Rivera, líder do Ciudadanos, depois de um encontro com Rajoy, acrescentando que "pode haver um governo minoritário com apoios pontuais".

Alberto Rivera convocou uma reunião da direção do Ciudadanos para quarta-feira decidir se se irá abster no caso de Rajoy apresentar um governo sem ter uma maioria absoluta no Congresso dos Deputados.

"Todos temos de ceder alguma coisa" e "a opção de realizar pela terceira vez eleições não é opção", disse Rivera.

Mariano Rajoy está a realizar uma ronda de reuniões bilaterais com todos os líderes dos partidos com assento parlamentar, à procura de apoios para formar governo.

O PSOE (Partido Socialista Operário Espanhol, o segundo mais votado) decidiu recusar a proposta de formação de uma grande coligação feita pelo PP e assumir-se como oposição a um governo liderado por Rajoy, mas não é claro se poderá, através da sua abstenção ou da abstenção de parte dos seus deputados, viabilizar esse executivo.

Mariano Rajoy e Pedro Sanchez reúnem-se amanhã pela primeira vez depois das eleições de 26 de junho.

Albert Rivera concordou que é importante que o novo governo deve tomar posse antes do fim do corrente mês ou, o mais tardar, no início de agosto.

O PP foi o partido mais votado nas eleições de 26 de junho, com 137 deputados, mais 14 que nas legislativas de dezembro, mas longe dos 176 mandatos que dão a maioria absoluta no congresso espanhol.

O PSOE ficou em segundo lugar, com 85 assentos (90 em dezembro), enquanto a aliança de esquerda Unidos Podemos ficou em terceiro e elegeu 71 deputados, com o Ciudadanos a conseguir 32 assentos.

Os membros das novas Cortes espanholas (Congresso de Deputados e Senado) tomam posse a 19 de julho.

Poucos dias depois da constituição das duas câmaras, mas sem prazo definido, o rei de Espanha, Filipe VI, iniciará as consultas com os partidos para, em seguida, fazer uma proposta de candidato a assumir a presidência do governo.

Lusa

  • "Já só lhes resta uma coisa: bisbilhotar comunicações privadas"
    2:57

    Caso CGD

    O primeiro-ministro diz que o PSD atingiu o grau zero da política, quando chegou à "bisbilhotice" de querer ver as mensagens trocadas entre o ministro das Finanças e António Domingues. A polémica da Caixa Geral de Depósitos voltou a marcar o debate quinzenal, com António Costa a garantir que nunca esteve em causa a entrega de declarações da administração. Já o PSD e o CDS a acusaram o Governo de violar as regras da transparência e de oprimir os direitos da oposição.

  • Compensa comprar a granel?
    8:39
  • Técnica de defesa contra aperto de mão de Donald Trump
    1:39
  • Vídeo mostra aterragem de Harrison Ford que quase causou um desastre

    Mundo

    Harrison Ford quase provocou um grave acidente quando, ao pilotar um dos seus aviões, falhou a pista de aterragem e esteve muito perto de chocar contra um um Boeing 737, com mais de 100 pessoas a bordo. O incidente com o ator norte-americano, considerado um piloto experiente, aconteceu na passada segunda-feira, dia 13, no Condado de Orange, na Califórnia, e o momento foi captado em vídeo.

  • Descoberta nova espécie de primatas em Angola

    Mundo

    Uma equipa britânica de cientistas descobriu uma nova espécie de galagos anões, um primata pertencente à família dos galonídeos - comum na África subsariana -, na floresta ameaçada da Kumbira, localizada na província do Cuanza Sul, noroeste de Angola.

  • Vestidos da princesa Diana em exposição
    1:29

    Mundo

    As roupas mais emblemáticas da princesa Diana vão estar em exposição no Palácio de Kensington, em Londres, a partir de sexta-feira. O objetivo é mostrar a evolução do estilo da princesa de Gales, considerada um dos maiores ícones de moda de sempre.