sicnot

Perfil

Eleições em Espanha

Eleições em Espanha

Eleições em Espanha

Líder do Podemos avisa que PSOE se pode tornar parceiro do PP

O secretário-geral do Podemos, Pablo Iglesias, avisou hoje o PSOE que uma abstenção dos socialistas numa votação de investidura de Mariano Rajoy fará destes parceiros do PP.

© Andrea Comas / Reuters

"Se o PSOE se abstiver, está a facilitar a vida ao PP e a converter-se num seu parceiro", disse o líder do Podemos (esquerda radical) à saída de uma reunião com Mariano Rajoy, chefe do governo de gestão espanhol e líder do PP (Partido Popular, de direita).

Pablo Iglesias voltou a assegurar que "o Podemos não irá facilitar um governo de Mariano Rajoy" e pediu ao Partido Socialista Operário Espanhol (PSOE) para decidir "se apoia o PP, se vai com o Podemos ou se quer eleições novamente".

"Gostaria que o partido socialista olhasse mais para a sua esquerda", desabafou Iglesias, lamentando que o PSOE ainda não lhe tenha feito qualquer proposta até ao momento: "vamos ter os ouvidos bem abertos", disse.

Mariano Rajoy está a realizar uma ronda de reuniões bilaterais com todos os líderes dos partidos com assento parlamentar, à procura de apoios para formar governo.

O PSOE, o segundo partido mais votado, decidiu recusar a proposta de formação de uma grande coligação feita pelo PP e assumir-se como oposição a um Governo liderado por Rajoy, mas não é claro se poderá, através da sua abstenção ou da abstenção de parte dos seus deputados, viabilizar esse executivo.

Mariano Rajoy e Pedro Sanchez reúnem-se quarta-feira pela primeira vez depois das eleições de 26 de junho.

Hoje, Rajoy esteve reunido com Albert Rivera, líder da quarta força política mais votada nas eleições legislativas espanholas, Ciudadanos (liberal), que indicou que não irá inviabilizar um governo minoritário do PP, abrindo a porta a uma abstenção na votação de investidura do novo executivo.

O PP foi o partido mais votado nas eleições de 26 de junho, com 137 deputados, mais 14 que nas legislativas de dezembro, mas longe dos 176 mandatos que dão a maioria absoluta no congresso espanhol.

O PSOE ficou em segundo lugar, com 85 assentos (90 em dezembro), enquanto a aliança de esquerda Unidos Podemos (uma aliança entre partidos de extrema esquerda que inclui o Podemos) ficou em terceiro e elegeu 71 deputados, com o Ciudadanos a conseguir 32 assentos.

Os membros das novas Cortes espanholas (Congresso de Deputados e Senado) tomam posse a 19 de julho.

Poucos dias depois da constituição das duas câmaras, mas sem prazo definido, o rei de Espanha, Filipe VI, iniciará as consultas com os partidos para, em seguida, fazer uma proposta de candidato a assumir a presidência do Governo.

Lusa

  • Não houve negligência médica no caso do jovem que morreu em São José
    2:33

    País

    Afinal, não houve negligência médica no caso do jovem que morreu há cerca de um ano no Hospital de São José, vítima de um aneurisma. Esta é a conclusão da Ordem dos Médicos e dos peritos do Instituto de Medicina Legal. Segundo o jornal Expresso, todos os relatórios relatórios pedidos pelo Ministério Público e pelo Centro Hospitalar de Lisboa Central dizem que o corpo clínico do hospital não teve responsabilidades na morte de David Duarte.

  • Jovens estariam de fones e poderão não ter ouvido comboio a aproximar-se
    1:47

    País

    As adolescentes, de 13 e 14 anos, encontradas mortas junto à linha do norte perto de Coimbra podem não ter ouvido a aproximação do comboio, uma vez que estariam de auriculares. Os corpos só foram descobertos 36 horas depois do desaparecimento das jovens, aparentemente vítimas de um descuido fatal.

  • Patti Smith engana-se na música de Bob Dylan durante cerimónia dos Nobel
    1:49

    Mundo

    Os prémios Nobel deste ano já foram entregues. Bob Dylan não compareceu à entrega do galardão da Literatura e fez-se representar pela amiga Patti Smith, que teve um bloqueio enquanto cantava "A Hard Rain's A-Gonna Fall" do músico. O Presidente da Colômbia Juan Manuel dos Santos foi distinguido com o Nobel da paz pelo acordo que alcançou com as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia.

  • CIA acredita que Trump foi ajudado por piratas informáticos russos
    1:24

    Eleições EUA 2016

    As eleições nos Estados Unidos da América já terminaram e o Presidente está eleito. Contudo, Barack Obama quer saber se os russos tentaram mesmo influenciar o voto e ao mesmo tempo perceber o que os serviços secretos aprenderam com todas as fugas de informação durante a campanha. Já a CIA diz não ter dúvidas: para os serviços secretos norte-americanos, Donald Trump foi ajudado por piratas informáticos.