sicnot

Perfil

Eleições em Espanha

Eleições em Espanha

Eleições em Espanha

Número dois de Rajoy confiante num acordo de investidura com o Ciudadanos

A vice-presidente do Governo espanhol mostrou-se esta sexta-feira confiante de que o seu partido, o PP (direita), e o Ciudadanos (emergente, centro-direita) vão fechar nas próximas horas um acordo para a investidura de Mariano Rajoy como presidente.

Paralelamente, Soraya Sáenz de Santamaría - que falava na conferência de imprensa posterior ao Conselho de Ministros - apelou ao sentido de responsabilidade do PSOE para que permita a formação de um governo em Espanha.

Um acordo PP-Ciudadanos - ao qual se juntariam os deputados da Coligação Canárias -, somaria 170 deputados, menos seis do que os necessários para que o atual presidente do governo e do PP, Mariano Rajoy, passe numa sessão de investidura no Congresso dos Deputados.

Ou seja, é necessária, pelo menos, a abstenção de vários dos deputados do PSOE. Os socialistas, liderados por Pedro Sánchez, têm reiterado que não vão permitir que a direita (PP) se mantenha no poder.

"Peço ao PSOE, ao senhor Sánchez, ao seu partido, que sejam muito conscientes do que as circunstâncias exigem e do momento que vivemos", afirmou Saénz de Santamaría, acrescentando que "Espanha precisa de um Governo" e que os partidos devem evitar uma nova ida dos espanhóis às urnas.

Espanha realizou eleições legislativas a 20 de dezembro, mas os resultados ditaram um impasse: o PP ganhou sem maioria absoluta e o PSOE obteve o seu pior resultado de sempre; nenhum dos partidos emergentes (Podemos e Ciudadanos) seria suficiente, por si só, para formar governo com PP ou PSOE.

Ou seja, salvo um acordo PP-PSOE, seria sempre necessário um acordo a três ou mais partidos, o que se revelou impossível. A 26 de junho, Espanha repetiu as eleições gerais, mas os resultados - com algumas alterações - mantiveram o mesmo impasse.

No entanto, se após as eleições de dezembro o Ciudadanos fez um acordo de governo com o PSOE (ao qual o Podemos recusou juntar-se), agora o partido de Albert Rivera está prestes a fechar um acordo com o PP de Rajoy.

Caso os partidos continuem sem chegar a acordos para formar Governo, Espanha poderá celebrar novas eleições em finais de dezembro.

Lusa

  • IPSS no Seixal alvo de processo e auditoria financeira
    1:47

    País

    A Segurança Social está fazer mais uma inspeção total a uma IPSS, agora na Associação Unitária de Reformados, Pensionistas e Idosos do Seixal. A fiscalização já recolheu documentação e está agora a passar a pente fino as contas, os serviços e todos os procedimentos da Instituição.

    Investigação SIC - Hoje no Jornal da Noite

    SIC

  • "Vai custar muito a voltarmos à realidade"
    2:22
  • Ministro alemão elogia Centeno que está otimista com o futuro da Zona Euro
    1:13

    Economia

    Mário Centeno diz que a Zona Euro tem um futuro positivo pela frente e acredita que o grupo dos países do euro está alinhado num projeto comum. Declarações do novo presidente do Eurogrupo no final de um encontro com o ministro das Finanças alemão, em Berlim. Peter Altmaier deu Portugal como exemplo de sucesso e reconheceu que foi um erro dividir a Europa entre Norte e Sul durante os anos da crise.

  • Trump mentalmente apto para ser Presidente dos EUA

    Mundo

    O Presidente dos Estados Unidos foi na semana passada sujeito aos exames médicos anuais obrigatórios. O médico oficial da Casa Branca informou esta terça-feira que Donald Trump está de "excelente" saúde, não apenas física, mas também mental. As dúvidas sobre as capacidades cognitivas de Trump ganharam força após as revelações feitas no livro "Fire and Fury: Inside the Trump White House".

    SIC

  • Quando o frio até as pestanas congela

    Mundo

    Os termómetros desceram até aos - 67º Celsius em Yakutia, 5.300 quilómetros a Este de Moscovo, na Rússia. Nesta região, os estudantes estão habituados a manter as rotinas, mesmo quando as valores chegam aos - 40º Celsius, mas esta terça-feira as autoridades encerraram escolas e aconselharam a população a ficar em casa, longe do frio que até as pestanas congela.

    SIC