sicnot

Perfil

Eleições em Espanha

Eleições em Espanha

Eleições em Espanha

Número dois de Rajoy confiante num acordo de investidura com o Ciudadanos

A vice-presidente do Governo espanhol mostrou-se esta sexta-feira confiante de que o seu partido, o PP (direita), e o Ciudadanos (emergente, centro-direita) vão fechar nas próximas horas um acordo para a investidura de Mariano Rajoy como presidente.

Paralelamente, Soraya Sáenz de Santamaría - que falava na conferência de imprensa posterior ao Conselho de Ministros - apelou ao sentido de responsabilidade do PSOE para que permita a formação de um governo em Espanha.

Um acordo PP-Ciudadanos - ao qual se juntariam os deputados da Coligação Canárias -, somaria 170 deputados, menos seis do que os necessários para que o atual presidente do governo e do PP, Mariano Rajoy, passe numa sessão de investidura no Congresso dos Deputados.

Ou seja, é necessária, pelo menos, a abstenção de vários dos deputados do PSOE. Os socialistas, liderados por Pedro Sánchez, têm reiterado que não vão permitir que a direita (PP) se mantenha no poder.

"Peço ao PSOE, ao senhor Sánchez, ao seu partido, que sejam muito conscientes do que as circunstâncias exigem e do momento que vivemos", afirmou Saénz de Santamaría, acrescentando que "Espanha precisa de um Governo" e que os partidos devem evitar uma nova ida dos espanhóis às urnas.

Espanha realizou eleições legislativas a 20 de dezembro, mas os resultados ditaram um impasse: o PP ganhou sem maioria absoluta e o PSOE obteve o seu pior resultado de sempre; nenhum dos partidos emergentes (Podemos e Ciudadanos) seria suficiente, por si só, para formar governo com PP ou PSOE.

Ou seja, salvo um acordo PP-PSOE, seria sempre necessário um acordo a três ou mais partidos, o que se revelou impossível. A 26 de junho, Espanha repetiu as eleições gerais, mas os resultados - com algumas alterações - mantiveram o mesmo impasse.

No entanto, se após as eleições de dezembro o Ciudadanos fez um acordo de governo com o PSOE (ao qual o Podemos recusou juntar-se), agora o partido de Albert Rivera está prestes a fechar um acordo com o PP de Rajoy.

Caso os partidos continuem sem chegar a acordos para formar Governo, Espanha poderá celebrar novas eleições em finais de dezembro.

Lusa

  • Esquerda contra a venda do Novo Banco
    1:51

    Economia

    O futuro do Novo Banco promete agitar a maioria de esquerda nas próximas semanas. O Bloco de Esquerda e o PCP estão contra os planos de privatização e insistem que a solução é nacionalizar o banco. O Bloco de Esquerda defende que privatizar 75% é o pior de dois mundos. Já o PCP diz que o banco deve ser integrado no setor público.

  • Vídeo amador mostra destruição na Síria
    1:04

    Mundo

    A guerra na Síria continua a fazer vítimas mortais. Um vídeo amador divulgado esta segunda-feira mostra o estado de uma localidade a este de Damasco, depois de um ataque aéreo no fim-de-semana. No ataque, 16 pessoas morreram e há várias dezenas de feridos.

  • Pescador resgatado de um lago gelado na Estónia
    1:08
  • Banco do Metro com pénis gera polémica no México

    Mundo

    Um banco em formato de homem com o pénis exposto, numa das carruagens de Metro da Cidade do México, está a gerar polémica. A iniciativa integra uma campanha contra o assédio sexual de que as mulheres são vítima no país.