sicnot

Perfil

Eleições EUA 2016

Eleições EUA 2016

Eleições EUA 2016

Debate Clinton-Sanders vai evidenciar escândalo da contaminação da água em Flint

O próximo debate entre os candidatos presidenciais à nomeação pelo Partido Democrata, Bernie Sanders e Hillary Clinton, vai decorrer na cidade de Clint, que ganhou notoriedade nacional pelo escândalo da contaminação da água potável por chumbo.

Morry Gash

A contaminação, inicialmente ignorada e depois escondida pelos dirigentes locais, vai estar em destaque durante o debate, programado para domingo, nesta cidade de população predominantemente negra.

Mais de oito mil crianças desta cidade do Estado do Michigan, economicamente devastada pelo encerramento das fábricas da General Motors, estiveram expostas ao chumbo durante mais de um ano, antes de a contaminação das fontes de água ter sido revelada por ativistas.

O envenenamento por chumbo pode ter efeitos devastadores nas crianças ao prejudicar de forma irreversível o desenvolvimento do cérebro.

Os relatos sobre perturbações de comportamento e perda de apetite pelas crianças sucedem-se.

O governador republicano, Rick Snyder, pediu desculpa pela série de falhanços estaduais, mas um dirigente democrata do Michigan já reclamou a sua demissão, justificando com as mensagens de correio eletrónico divulgadas pelo gabinete de Snyder, que mostram "negligência e indiferença" na gestão da crise.

O realizador Michael Moore, que é natural de Flint, defendeu a prisão de Snyder, e o Departamento de Justiça está a investigar a razão pela qual só em outubro de 2015 os dirigentes estaduais disseram à população para deixarem de beber a água, apesar de há meses existirem testes que mostravam níveis perigosos de chumbo.

A situação era completamente evitável. A água potável de Flint vinha do Lago Huron, através de Detroit, até que em abril de 2014 foi desviada para o poluído Rio Flint.

Está estimado que por 100 dólares diários (91 euros) se poderiam ter feito controlos de corrosão que garantiriam a segurança da água.

Porém, não foram realizados para poupar dinheiro. A água poluída corroeu os tubos, que começaram a libertar chumbo.

O custo de substituir toda a tubagem está calculado em mais de mil milhões de dólares, quantia só ao alcance do governo federal.

Mais de um terço dos 100 mil residentes de Flint são pobres. O encerramento das fábricas da General Motors provocou o êxodo da cidade e há ruas inteiras abandonadas com casas entaipadas.

As provas indicam que as autoridades evitaram emitir avisos sobre os riscos da águia, até que uma insistente mãe, um médico local e investigadores universitários da Virginia Tech revelaram a contaminação em 2014.

A água contaminada é suspeita também de provocar abortos e do aumento de casos da doença do Legionário.

Snyder declarou o estado de emergência em janeiro, o que permitiu o fornecimento de ajuda aos residentes de Flint.

Mais de 2.200 voluntários, bem como soldados da Guarda Nacional, têm estado a distribuir água engarrafada e kits para testar água, frequentemente porta a porta.

Lusa

  • Derrocada de muro em Lisboa obriga à retirada de 40 pessoas de 5 prédios
    2:14

    País

    Os moradores de três prédios de Lisboa não podem regressar tão cedo a casa. Durante a madrugada, a derrocada de um muro obrigou à retirada de 40 pessoas de cinco edifícios. Um dos inquilinos sofreu ferimentos ligeiros. Entretanto, a maioria dos residentes já foi realojada em casas de familiares e num hotel.

  • "Geringonça" elogiada na Europa e EUA
    4:22

    País

    Num momento em que por cá se fala de claustrofobia democrática, a Europa e os Estados Unidos desdobram-se em elogios ao sucesso da maioria de Esquerda em Portugal. A palavra "geringonça" já tem até tradução em várias línguas.

  • O Nokia 3310 está de volta
    1:16

    Economia

    A Nokia chegou a ser uma das maiores empresas do mundo devido ao fabrico de telemóveis. Caiu, mas acaba de fazer renascer um dos sucessos de vendas do início do milénio. O anúncio foi feito este domingo, em Barcelona.