sicnot

Perfil

Eleições EUA 2016

Eleições EUA 2016

Eleições EUA 2016

Ted Cruz abandona corrida republicana para eleições presidenciais nos EUA

Ted Cruz, aspirante à nomeação do Partido Republicano como candidato nas eleições presidenciais de novembro nos Estados Unidos, abandonou a corrida após perder as primárias de terça-feira no estado do Indiana para o seu rival Donald Trump.

Ted Cruz

Ted Cruz

© Carlo Allegri / Reuters

Num discurso a partir de Indianápolis, transmitido pela televisão, o senador do Texas, que se apresentava como a única alternativa a Trump no campo republicano, anunciou a sua retirada, deixando o magnata e o senador de Ohio, John Kasich, sozinhos na corrida à nomeação.

"Demos o nosso melhor no Indiana, mas esta noite os eleitores escolheram outro caminho. Por isso suspendemos a nossa campanha", anunciou Cruz.

"No entanto, não suspendo a minha luta pela liberdade. Não suspendo a minha luta pela defesa da Constituição, pelos valores judaico-cristãos que fundaram os Estados Unidos. O nosso movimento vai continuar", afirmou o senador perante os seus apoiantes.

Apesar de Kasich continuar na corrida, a desistência de Cruz deixa o caminho quase totalmente livre a Trump, que após a vitória de terça-feira no Indiana ficou a menos de 200 delegados de conseguir a nomeação em termos matemáticos, apesar de ainda não terem votado estados muito populosos como a Califórnia e Nova Jérsia.

Lusa

  • Trump cria linha de apoio a vítimas de "extraterrestres criminosos"

    Mundo

    Quando o Governo norte-americano usa o termo "extraterrestre criminoso", refere-se a alguém que não é cidadão dos Estados Unidos da América e que foi condenado por um crime. Quando a mesma expressão é usada pelos utilizadores do Twitter, o significado é completamente diferente. Os internautas pensam na série Ficheiros Secretos e em discos voadores. Por isso, o lançamento de uma linha telefónica, por parte da Casa Branca, para as vítimas de "extraterrestres criminosos" só podia dar em confusão.

  • Casados há 69 anos, morrem de mãos dadas com 40 minutos de diferença

    Mundo

    Isaac Vatkin, de 91 anos, morreu cerca de 40 minutos depois de Teresa, de 89 anos, no passado sábado no Highland Park Hospital, no estado norte-americano Ilinóis. "Não queríamos que fossem embora, mas não podíamos pedir que partíssem de melhor maneira", afirmou o neto William Vatkin. O casal morreu no hospital poucos dias depois de celebrarem 69 anos de casados.