sicnot

Perfil

Eleições EUA 2016

Eleições EUA 2016

Eleições EUA 2016

Mitt Romney ataca Donald Trump por se recusar divulgar declarações fiscais

O candidato republicano à Casa Branca em 2012, Mitt Romney, relançou na quarta-feira os ataques ao seu sucessor, Donald Trump, devido à persistente recusa deste em divulgar as suas declarações de rendimento.

© Mike Blake / Reuters

"Recusar divulgar as suas declarações de impostos aos eleitores é razão para desqualificar um candidato presidencial na época moderna, sobretudo para alguém sem passado público nem militar e cuja vida não foi examinada", escreveu Mitt Romney na rede social Facebook.

"Só existe uma única explicação lógica para a recusa de Trump publicar as suas declarações de impostos: elas contêm uma bomba. Perante o sangue-frio de Trump face às outras imperfeições da sua vida passada, apenas podemos supor que essa bomba é de uma dimensão não habitual", concluiu Mitt Romney.

Donald Trump recusou na terça-feira comprometer-se com a divulgação à imprensa e ao público das suas declarações de rendimento, uma tradição para os candidatos presidenciais que permite verificar as suas fontes de rendimento, eventuais conflitos de interesse, bem como o montante da sua solidariedade.

A recusa foi justificada pelos controlos fiscais de que é objeto há anos, e que continuam.

"Elas (as declarações de rendimento) não informariam ninguém", disse Trump à AP.

Mas, hoje Trump negou ter declarado que se recusava a divulgar a suas declarações. "Disse à AP que os meus impostos eram objeto de um controlo de rotina e que publicaria as minhas declarações de impostos quando o controlo terminar, e não depois das eleições!", escreveu na rede social Twitter.

No final de fevereiro, Mitt Romney já tinha atacado Trump pela mesma razão. "Podemos vir a descobrir que ele está longe de ter tantos rendimentos quanto se imagina, ou que não paga impostos, ou paga muito poucos", disse ainda Romney.

Lusa

  • Manuel Valls diz que Trump fez declaração de guerra à Europa

    Mundo

    O antigo primeiro-ministro francês Manuel Valls, aspirante a candidato socialista às presidenciais deste ano, considerou esta segunda-feira como uma "declaração de guerra" as afirmações do futuro Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, sobre a União Europeia.

  • Morreu o último homem que pisou a Lua

    Mundo

    O astronauta norte-americano Eugene Cernan, o último homem a pisar a Lua, morreu esta segunda-feira aos 82 anos, informou a agência espacial norte-americana, NASA.

  • Novo motim em prisão brasileira do Rio Grande do Norte

    Mundo

    Um motim ocorreu esta segunda-feira de madrugada numa prisão do estado brasileiro de Rio Grande do Norte, sem fazer feridos ou mortos, depois de uma rebelião numa outra prisão do mesmo estado ter feito 26 mortos no fim de semana.

  • Cheias e derrocadas destroem várias casas no Peru
    0:42

    Mundo

    Um deslizamento de terras seguido de uma inundação destruiu várias casas no Peru. As imagens mostram o momento em que o deslizamento acontece e o caos que se gerou. O trânsito ficou cortado e as inundações que se seguiram obrigaram várias pessoas a abandonar as suas habitações.