sicnot

Perfil

Eleições EUA 2016

Eleições EUA 2016

Eleições EUA 2016

Mitt Romney ataca Donald Trump por se recusar divulgar declarações fiscais

O candidato republicano à Casa Branca em 2012, Mitt Romney, relançou na quarta-feira os ataques ao seu sucessor, Donald Trump, devido à persistente recusa deste em divulgar as suas declarações de rendimento.

© Mike Blake / Reuters

"Recusar divulgar as suas declarações de impostos aos eleitores é razão para desqualificar um candidato presidencial na época moderna, sobretudo para alguém sem passado público nem militar e cuja vida não foi examinada", escreveu Mitt Romney na rede social Facebook.

"Só existe uma única explicação lógica para a recusa de Trump publicar as suas declarações de impostos: elas contêm uma bomba. Perante o sangue-frio de Trump face às outras imperfeições da sua vida passada, apenas podemos supor que essa bomba é de uma dimensão não habitual", concluiu Mitt Romney.

Donald Trump recusou na terça-feira comprometer-se com a divulgação à imprensa e ao público das suas declarações de rendimento, uma tradição para os candidatos presidenciais que permite verificar as suas fontes de rendimento, eventuais conflitos de interesse, bem como o montante da sua solidariedade.

A recusa foi justificada pelos controlos fiscais de que é objeto há anos, e que continuam.

"Elas (as declarações de rendimento) não informariam ninguém", disse Trump à AP.

Mas, hoje Trump negou ter declarado que se recusava a divulgar a suas declarações. "Disse à AP que os meus impostos eram objeto de um controlo de rotina e que publicaria as minhas declarações de impostos quando o controlo terminar, e não depois das eleições!", escreveu na rede social Twitter.

No final de fevereiro, Mitt Romney já tinha atacado Trump pela mesma razão. "Podemos vir a descobrir que ele está longe de ter tantos rendimentos quanto se imagina, ou que não paga impostos, ou paga muito poucos", disse ainda Romney.

Lusa

  • Lei existe há quatro anos mas não tem regulamentação
    2:03
  • Denúncia de maus tratos a cães no canil municipal de Elvas
    2:24

    País

    O Grupo de Intervenção e Resgate Animal denunciou nas redes sociais alegados maus tratos a animais no canil municipal de Elvas. As imagens mostram uma cadela com uma corda ao pescoço. A autarquia abriu um inquérito para averiguar o caso, suspendendo também o trabalho dos voluntários no canil.

  • Há cada vez menos portugueses

    País

    A população em Portugal diminuiu no ano passado, pelo oitavo ano consecutivo, já que o número de mortes continua a ser superior ao de nascimentos, revelam dados hoje divulgados pelo INE.

  • Dois em cada três portugueses vivem vidas sedentárias

    País

    Com menos de hora e meia de exercício semanal, mais de dois terços dos portugueses vivem vidas sedentárias. E a maioria desvaloriza a importância da atividade física, segundo um inquérito divulgado esta quinta-feira pela Fundação Portuguesa de Cardiologia.

  • Estados Unidos vão reforçar as sanções à Coreia do Norte
    1:31

    Mundo

    Washington pretende também investir nos esforços diplomáticos para que Pyongyang ponha fim aos programas nucleares e de mísseis. A nova estratégia de Donald Trump foi anunciada quarta-feira à noite. A força aérea norte-americana testou esta quarta-feira um míssil de longo-alcance que percorreu 6800 quilómetros sobre o Pacífico a partir de uma base na Califórnia.

  • Le Pen vai à pesca
    0:35

    Eleições França 2017

    Marine Le Pen, candida à presidência de França fez esta quinta-feira uma "pausa" na campanha eleitoral e aproveitou para ir à pesca. A candidata navegou num barco de pesca no Mediterrâneo.

  • Ovibeja aposta este ano na internacionalização da agricultura
    2:07

    País

    A Ovibeja começou esta quinta-feira e este ano aposta na internacionalização dos produtos agrícolas do Alentejo. Centenas de expositores esgotam o certame, que é uma monstra da agricultura portuguesa. António Costa, na sexta-feira, e Marcelo Rebelo de Sousa, no sábado, são alguns dos políticos com a presença marcada em Beja.