sicnot

Perfil

Eleições EUA 2016

Eleições EUA 2016

Eleições EUA 2016

Ex-mordomo de Trump diz que Obama deveria ser enforcado

Os serviços secretos norte-americanos estão a investigar o ex-mordomo de Donald Trump. Anthony Senecal, que trabalhou para o candidato republicado durante cerca de 30 anos, defendeu que Barack Obama deveria ser morto, chegando mesmo a dizer que o Presidente dos EUA devia ser "enforcado" na "mesquita branca", referindo-se à Casa Branca.

Foto de Donald Trump com Anthony Senecal publicada pelo ex-mordomo no Facebook, em agosto do ano passado.

Foto de Donald Trump com Anthony Senecal publicada pelo ex-mordomo no Facebook, em agosto do ano passado.

Senecal escreveu no Facebook que Obama "deveria ser levado por militares e morto a tiro como um agente inimigo, no seu primeiro mandato".

Os responsáveis da campanha de Trump à Casa Branca rapidamente se demarcaram das declarações de Senecal.

"Ele não trabalha para Trump, já não é seu mordomo desde junho de 2009", disse o porta-voz Hope Hicks. "Condenamos veemente estes comentários horríveis de Senecal", afirmou.

Confrontado pela CNN, Senecal, de 84 anos, confirmou a autenticidade do post privado publicado no Facebook.

Numa entrevista telefónica à estação norte-americana, esta quinta-feira, o ex-mordomo de Trump apenas questionou uma parte da declaração: "Penso que escrevi enforcado (…) De qualquer maneira, tanto faz. Enforcado, morto a tiro... Acho que preferia que fosse enforcado no pórtico da Casa Branca , ou como eu lhe chamo, mesquita branca".

  • Marcelo saúda "forma rápida" como Conselho de Ministros "tratou de tudo"
    1:03

    País

    O Presidente da República lembra que é preciso convergência de forma a adotar rapidamente as medidas mais urgentes do plano de emergência. No concelho de Tábua, Marcelo Rebelo de Sousa destacou ainda os esforços do Conselho de Ministros, mas lembrou que as medidas anunciadas são apenas o início de um processo e não o fim.