sicnot

Perfil

Eleições EUA 2016

Eleições EUA 2016

Eleições EUA 2016

Donald Trump diz que a sua fortuna ultrapassa os 10 mil milhões de dólares

O candidato republicano à nomeação republicana para as presidenciais norte-americanas Donald Trump voltou a afirmar na terça-feira que a sua fortuna "excede 10 mil milhões de dólares", mais do dobro das estimativas independentes.

Trump International Hotel and Tower, Chicago.

Trump International Hotel and Tower, Chicago.

© Jim Young / Reuters

Num comunicado, o empresário milionário de Nova Iorque disse ter entregado a sua declaração financeira pessoal à Comissão Federal Eleitoral (FEC), um documento que todos os candidatos a eleições federais nos Estados Unidos devem apresentar e que enumera as empresas em que desempenham funções ou têm interesses, respetivos ativos e dívidas.

A Comissão não divulgou até ao momento o documento, conhecido pelo acrónimo PFD ("Personal Financial Disclosure"), mas deve fazê-lo nos próximos 30 dias.

A campanha de Trump anunciou que o património líquido do candidato aumentou desde a última declaração apresentada, em julho, e "excede os 10 mil milhões de dólares" (cerca de 8,9 mil milhões de euros).

"Entreguei o meu PFD que, orgulho-me de o dizer, é o maior na história da FEC", afirmou Donald Trump no comunicado.

"Construí uma empresa incrível e acumulei um dos maiores portefólios de ativos imobiliários, muitos dos quais são considerados das mais bonitas e icónicas propriedades do mundo. É deste tipo de pensamento que o país precisa", acrescentou.

Na declaração entregue em julho, um mês depois de lançar a candidatura à nomeação pelo Partido Republicano, Trump indicava ter participações em mais de 500 empresas e organizações e 168 fontes de rendimento.

Investigadores da revista Forbes avaliaram em 2015 a fortuna de Trump em quatro mil milhões de dólares (3,5 mil milhões de euros), destacando que o milionário tinha perdido uma série de negócios depois de ofender milhões ao afirmar que os mexicanos são "violadores e traficantes de droga".

A declaração em causa é diferente da declaração de rendimentos que os candidatos à presidência dos Estados Unidos tradicionalmente divulgam por iniciativa própria.

Donald Trump tem recusado divulgar a sua declaração de impostos enquanto não forem suspensas as investigações fiscais de que é alvo, o que lhe tem valido críticas não apenas dos candidatos democratas como também do ex-candidato republicano Mitt Romney, que acusou Trump de querer esconder qualquer coisa.

Lusa

  • BCE autoriza CGD a avançar com recapitalização

    Caso CGD

    A Caixa Geral de Depósitos informou esta sexta-feira que vai prosseguir com as operações da primeira fase do aumento de capital, depois de ter obtido autorização para isso junto do Banco Central Europeu (BCE) e do Banco de Portugal.

  • Costa confiante no crescimento da economia e das exportações
    1:09

    Economia

    O primeiro-ministro manifestou confiança no crescimento da economia e das exportações. À margem da cerimónia dos 25 anos da Auto Europa em Portugal, António Costa deu vários exemplos de investimento estrangeiro, feito nas últimas semanas no país, e disse que os dados económicos recentes são positivos.

  • Turista italiano assassinado em favela do Rio de Janeiro
    1:01

    Mundo

    Um turista italiano de 52 anos foi assassinado numa favela do Rio de Janeiro, no Brasil, enquanto viajava com um amigo. Após várias horas com o gangue autor do crime, o amigo que se encontrava com a vítima acabou por ser libertado.

  • O anúncio de natal que está a emocionar o mundo
    1:47

    Mundo

    Uma marca polaca de leilões fez um vídeo tocante que está a gerar uma onda de comoção na internet. O anúncio já foi visto mais de oito milhões de vezes e é já considerado um dos melhores do ano.