sicnot

Perfil

Eleições EUA 2016

Eleições EUA 2016

Eleições EUA 2016

Lóbi da posse de arma nos Estados Unidos apoia oficialmente Donald Trump

O lóbi que promove o direito à posse de armas nos Estados Unidos, a National Rifle Association (NRA), declarou hoje o seu apoio a Donald Trump, o mais que provável candidato republicano à Casa Branca.

© Mike Segar / Reuters

O anúncio foi feito pelo diretor-executivo da NRA, Chris Cox, minutos antes de o magnata nova-iorquino subir ao palco da convenção anual da associação, tradicional apoiante dos candidatos republicanos nos Estados Unidos.

Trump está sozinho na corrida à nomeação republicana à Casa Branca, após as desistências de Ted Cruz, John Kasich e Marco Rubio, mas terá de conseguir os votos necessários na convenção do partido.

"É hora de nos unirmos. Se o vosso candidato preferido já saiu da corrida, é hora de ultrapassar isso", disse hoje Chris Cox.

Durante a convenção da NRA, na cidade de Louisville, Estado do Kentucky, Trump considerou que a Segunda Emenda da Constituição norte-americana (que garante aos cidadãos o direito à posse de arma) está "em perigo" caso Hillary Clinton, a sua principal rival democrata, ganhe as eleições presidenciais de novembro.

"Eu não vos vou deixar mal", declarou Trump ao aceitar o apoio da NRA, sublinhando que não deixará que Hillary Clinton lhes tire as armas.

"A desonesta Hillary Clinton é a candidata mais anti-armas, mais anti-Segunda Emenda que já alguma vez concorreu ao cargo. (...) Tal como já disse, ela quer abolir a Segunda Emenda. Ela quer tirar-vos as armas", realçou Trump.

O multimilionário nova-iorquino reafirmou ainda declarações antigas, sublinhando que os atentados terroristas em Paris, nos quais 130 pessoas foram mortas à bomba e a tiro, não teriam sido tão mortíferos se os parisienses tivessem armas consigo no momento dos ataques.

Lusa

  • As primeiras reações à morte de Chester Bennington

    Cultura

    Chester Bennington, vocalista da banda de metal alternativo Linkin Park, morreu esta quinta-feira em casa em Palos Verdes Estates, no estado da Califórnia, nos EUA. Várias celebridades já reagiram à morte do músico de 41 anos. Segundo o TMZ, o cantor da banda norte-americana suicidou-se.

  • O perfil do novo herói do surf português
    3:43
  • O. J. Simpson vai sair em liberdade condicional

    Mundo

    A antiga estrela de futebol americano O. J. Simpson vai sair em liberdade condicional, depois de ter cumprido nove anos de prisão num estabelecimento prisional do estado do Nevada, nos Estados Unidos.

  • Filho do leão Cecil também foi abatido por um caçador

    Mundo

    Xanda pode ter tido o mesmo fim que o seu pai, o leão Cecil, que em 2015 foi abatido por um caçador, no Zimbabué. Na altura, a morte de Cecil tomou proporções inéditas, chegando uma imagem do leão a ser projetada na fachada do Empire State Building. Agora, Xanda terá sido abatido a tiro por um caçador de troféus.