sicnot

Perfil

Eleições EUA 2016

Eleições EUA 2016

Eleições EUA 2016

Obama felicita Hillary Clinton

O Presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, felicitou Hillary Clinton na terça-feira pela sua vitória nas primárias do Partido Democrata, segundo um comunicado da Casa Branca.

© Jonathan Ernst / Reuters

Obama telefonou a Hillary Clinton e a Bernie Sanders para os felicitar pela corrida democrata, saudando a primeira por ter garantido o número de delegados necessários para alcançar a nomeação como candidata à Casa Branca pelo Parido Democrata.

"A sua histórica campanha inspirou milhões e é uma extensão da sua luta de vida pelas famílias e crianças da classe média", afirmou Obama, citado no mesmo comunicado.

A Casa Branca anunciou ainda que o Presidente norte-americano vai receber Sanders na quinta-feira a pedido do senador.

Hillary Clinton confirmou ter conseguido os apoios suficientes para ser nomeada candidata do Partido Democrata nas presidenciais marcadas para novembro, após diversos meios de comunicação social terem já calculado, ainda antes das primárias de terça-feira, que a antiga secretária de Estado havia reunido os apoios necessários.

Falando perante apoiantes em Nova Iorque, Clinton afirmou que "pela primeira vez na história" dos Estados Unidos da América "uma mulher será nomeada por um grande partido" como candidata à Casa Branca.

Lusa

  • Obama diz que Guterres "tem uma reputação extraordinária"
    1:38

    Mundo

    António Guterres diz que vai trabalhar com Barack Obama e também com Donald Trump, na reforma das Nações Unidas. O futuro secretário-geral da ONU foi recebido por Obama, na Casa Branca, onde recebeu vários elogios do presidente norte-americano.

  • Mãe do guarda-redes da Chapecoense comove o Brasil
    1:37
  • Morreu o palhaço que fazia rir as crianças de Alepo

    Mundo

    Anas al-Basha, mais conhecido como o Palhaço de Alepo, morreu esta terça-feira durante um bombardeamento aéreo na zona dominada pelos rebeldes. O funcionário público mascarava-se de palhaço para ajudar a trazer algum conforto e alegria às crianças sírias, que vivem no meio de uma guerra civil.

  • Tribunal chinês iliba jovem executado há 21 anos

    Mundo

    Nie Shubin foi fuzilado em 1995, na altura com 20 anos, depois de ter sido condenado por violação e assassinato de uma mulher, na cidade de Shijiazhuang. Agora, a justiça chinesa vem dizer que, afinal, o jovem era inocente, uma vez que não foram encontradas provas suficientes para o condenar.