sicnot

Perfil

Eleições EUA 2016

Eleições EUA 2016

Eleições EUA 2016

Sanders recusa admitir derrota e mantém-se na corrida pela nomeação democrata

O senador norte-americano Bernie Sanders recusou na terça-feira ter sido derrotado por Hillary Clinton e prometeu ficar na corrida pela nomeação democrata às presidenciais dos Estados Unidos, apesar de a sua rival ter declarado vitória.

© Mario Anzuoni / Reuters

"Vamos lutar muito para ganhar as primárias de Washington", disse aos seus apoiantes na Califórnia, referindo-se às derradeiras eleições primárias democratas da próxima terça-feira, prometendo levar depois a luta pela "justiça social, económica, racial e ambiental para Filadélfia", onde vai ter lugar, de 23 a 25 de julho, a Convenção Nacional do Partido Democrata para formalmente designar o candidato que irá desafiar o republicano Donald Trump na corrida à Casa Branca.

"Eu sou muito bom a matemática e sei que a luta que temos pela frente é muito, muito difícil. Mas nós continuaremos a nossa batalha por cada voto e por cada delegado", afirmou Sanders, que não deixou de felicitar Clinton pelas vitórias da noite.

Nada impede que Bernie Sanders permaneça tecnicamente na corrida, mesmo que se admita que a convenção vai resultar na investidura da sua rival.

"A luta continua!", concluiu o senador.

Clinton venceu três eleições primárias na noite de terça-feira (Nova Jersey, Novo Méxivo e Dakota do Sul) e está na frente dos resultados parciais na Califórnia. Sanders ganhou em Montana e Dakota do Norte.

Hillary Clinton confirmou esta terça-feira ter conseguido os apoios suficientes para ser nomeada candidata do Partido Democrata nas presidenciais marcadas para novembro, após diversos meios de comunicação social terem já calculado, ainda antes das primárias, que a antiga secretária de Estado havia reunido os apoios necessários.

Falando perante apoiantes em Nova Iorque, Clinton afirmou que "pela primeira vez na história" dos Estados Unidos da América "uma mulher será nomeada por um grande partido" como candidata à Casa Branca.

O próprio Presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, felicitou-a entretanto pela sua vitória nas primárias do Partido Democrata, segundo um comunicado da Casa Branca.

Lusa

  • Hillary Clinton é a primeira mulher candidata à Casa Branca

    Eleições EUA 2016

    Pela primeira vez na história dos Estados Unidos, uma mulher será candidata à Casa Branca. Hillary Clinton garantiu hoje a nomeação democrata. A ex-secretária de Estado norte-americana venceu as primárias de terça-feira do Partido Democrata em 3 estados dos 6 estados que foram a votações: Nova Jérsia, Novo México e Dakota do Sul.

  • "Bernie Sanders recusa-se a aceitar o inevitável"
    3:51

    Eleições EUA 2016

    Nos Estados Unidos tudo indica que do lado dos democratas será Hillary Clinton a defrontar Donald Trump na corrida à Casa Branca. No entanto, Bernie Sanders ainda acredita que pode conseguir a nomeação democrata. O correspondente da SIC nos Estados Unidos, Luís Costa Ribas, diz que Bernie Sanders se recusa a aceitar o inevitável e deixar Hillary Clinton seguir em frente na corrida para as presidenciais. As últimas notícias dão conta que o apoio de Barack Obama à antiga primeira-dama norte-americana deve acontecer nas próximas horas.

  • Atentados na Catalunha estão relacionados, 14 mortos

    Ataque em Barcelona

    Uma pessoa morreu e cinco suspeitos foram abatidos num segundo ataque esta madrugada em Espanha, depois do atentado de ontem que fez 13 mortos em Barcelona. As operações de busca centram-se num nome: Moussa Oukabir. Siga aqui as últimas informações, ao minuto.

    Em atualização

  • Driss Oukabir: suspeito do atentado ou vítima de roubo de identidade?
    2:40

    Ataque em Barcelona

    Um dos dois suspeitos, do ataque nas Ramblas, detidos pela polícia foi inicialmente identificado como Driss Oukabir, um homem de 28 anos. Mais tarde, um homem com o mesmo nome apresentou-se numa esquadra em Girona, a mais de 100 quilómetros do local do atropelamento afirmando que lhe tinha sido roubada a identificação. De acordo com alguma imprensa espanhola, poderá ter sido o irmão, Moussa Oukabir, um jovem de 18 anos que vive em Barcelona, como explicou também Nuno Rogeiro, comentador da SIC.

  • "Nas Ramblas, é como se nada tivesse acontecido"
    1:35

    Ataque em Barcelona

    Um atentado terrorista em Barcelona matou 13 pessoas e feriu cerca de 100. O ataque aconteceu na zona das Ramblas, quando uma carrinha avançou sobre quem circulava nessa grande via no centro da capital da Catalunha. O repórter Emanuel Nunes está em Barcelona e deu conta do regresso à normalidade nas Ramblas, logo às primeiras horas da manhã.

  • Barcelona abalada pelo terrorismo
    1:03
  • "O abandono provoca incêndios desta dimensão"
    0:55

    País

    O antigo vereador da Câmara de Mação José Silva acredita que a desertificação do interior também é, em parte, responsável pelos incêndios. Segundo José Silva, Mação tem cada vez menos habitantes e é por essa razão que os terrenos são deixados ao abandono.

  • Mação perdeu 80% da área florestal
    3:39
  • Médicos e ministro da Saúde voltam hoje às negociações

    País

    O Ministério da Saúde deverá apresentar uma proposta que poderá ser decisiva para a convocação ou não de uma nova greve. O Sindicato Independente dos Médicos e a Federação Nacional de Médicos tinham anunciado, no dia 11 de agosto, que vão realizar uma greve de dois dias na primeira semana de outubro, se a nova proposta negocial não levar em conta o que reivindicam.