sicnot

Perfil

Eleições EUA 2016

Eleições EUA 2016

Eleições EUA 2016

Barack Obama dá apoio oficial a Hillary Clinton

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, deu hoje o apoio oficial a Hillary Clinton como virtual candidata dos democratas à Casa Branca nas eleições presidenciais de 08 de novembro.

© Handout . / Reuters

"Não creio que tenha havido alguém mais qualificado para ocupar este posto (de presidente)" como Hillary Clinton, disse Obama num vídeo divulgado pela Casa Branca, em que afirmou também estar "com ela".

Após meses a evitar pronunciar-se sobre as primárias do Partido Democrata e depois de um encontro, hoje, com o maior rival de Hillary Clinton, o candidato Bernie Sanders, o presidente norte-americano felicitou-a por "ter feito história".

"Honrada por o ter comigo. Estou entusiasmada e pronta para partir", respondeu imediatamente a antiga secretária de Estado norte-americana no Twitter.

A equipa de Hillary Clinton já adiantou, entretanto, que Obama irá estar presente na próxima quarta-feira numa ação de campanha da candidata dos democratas a realizar em Green Bay, no estado do Wisconsin.

Determinado em tudo fazer para que um candidato democrata lhe suceda na Casa Branca em 2017, Obama está há vários dias a tentar assegurar que os apoiantes do partido defendam Hillary Clinton nas eleições de novembro próximo.

"Dezenas de milhões de norte-americanos fizeram ouvir a sua voz. Hoje, apenas quero acrescentar a minha", disse Obama no vídeo, lembrando ter acompanhado e visto as opiniões, dureza e empenho nos valores que os democratas defendem por parte de Hillary Clinton.

Antes de o vídeo ser divulgado, Obama recebeu Sanders na Sala Oval, numa tentativa de sarar as feridas criadas pela divisão democrata na campanha das primárias.

Após o encontro com Obama, o candidato esquerdista dos democratas escusou-se a falar sobre se vai abandonar a corrida à Casa Branca, mas garantiu que vai encontrar-se, em breve, com Hillary Clinton, para unir o Partido Democrata no combate a Donald Trump.

Ao promover a reunião, o objetivo de Obama foi "mediar" as divergências entre Hillary e Saunders, a quem pediu para reconhecer a antiga chefe da diplomacia como a nomeada dos democratas para as presidenciais de novembro.

"Penso que Bernie Saunders trouxe enorme energia e novas ideias. Penso que isso mesmo fez de Hillary Clinton uma melhor candidata", afirmou quarta-feira o presidente norte-americano.

Após quase oito anos na Casa Branca, Obama continua a ser um dos políticos mais populares do país.

A aprovação entre as comunidades afro-americana e hispânica, bem como a popularidade de que goza entre a juventude e os liberais é grande.

Nas primárias dos democratas há oito anos, Obama chegou a insultar Hillary Clinton durante a campanha e derrotou-a, tornando-se o primeiro presidente afro-americano da história dos Estados Unidos.

Antes das presidenciais, porém, os dois fizeram as pazes e Obama premiou-a com secretária de Estado (chefe da diplomacia norte-americana).

Nas presidenciais de novembro próximo, Hillary Clinton vai defrontar o empresário milionário Donald Trump, que chocou o mundo ao tornar-se, há já alguns meses, o nomeado dos republicanos na corrida à Casa Branca.

Lusa

  • Bernie Sanders agradece a imparcialidade de Obama
    0:26

    Eleições EUA 2016

    Bernie Sanders encontrou-se hoje com o Presidente dos Estados Unidos da América, na Casa Branca. O candidato agradeceu a Barack Obama pela imparcialidade nas primárias democratas. Sobre as eleições, Sanders garantiu que vai trabalhar com Hillary Clinton para derrotar Donald Trump nas presidenciais norte-americanas.

  • Não houve negligência médica no caso do jovem que morreu em São José
    2:33

    País

    Afinal, não houve negligência médica no caso do jovem que morreu há cerca de um ano no Hospital de São José, vítima de um aneurisma. Esta é a conclusão da Ordem dos Médicos e dos peritos do Instituto de Medicina Legal. Segundo o jornal Expresso, todos os relatórios relatórios pedidos pelo Ministério Público e pelo Centro Hospitalar de Lisboa Central dizem que o corpo clínico do hospital não teve responsabilidades na morte de David Duarte.

  • Jovens estariam de fones e poderão não ter ouvido comboio a aproximar-se
    1:47

    País

    As adolescentes, de 13 e 14 anos, encontradas mortas junto à linha do norte perto de Coimbra podem não ter ouvido a aproximação do comboio, uma vez que estariam de auriculares. Os corpos só foram descobertos 36 horas depois do desaparecimento das jovens, aparentemente vítimas de um descuido fatal.

  • Patti Smith engana-se na música de Bob Dylan durante cerimónia dos Nobel
    1:49

    Mundo

    Os prémios Nobel deste ano já foram entregues. Bob Dylan não compareceu à entrega do galardão da Literatura e fez-se representar pela amiga Patti Smith, que teve um bloqueio enquanto cantava "A Hard Rain's A-Gonna Fall" do músico. O Presidente da Colômbia Juan Manuel dos Santos foi distinguido com o Nobel da paz pelo acordo que alcançou com as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia.

  • CIA acredita que Trump foi ajudado por piratas informáticos russos
    1:24

    Eleições EUA 2016

    As eleições nos Estados Unidos da América já terminaram e o Presidente está eleito. Contudo, Barack Obama quer saber se os russos tentaram mesmo influenciar o voto e ao mesmo tempo perceber o que os serviços secretos aprenderam com todas as fugas de informação durante a campanha. Já a CIA diz não ter dúvidas: para os serviços secretos norte-americanos, Donald Trump foi ajudado por piratas informáticos.