sicnot

Perfil

Eleições EUA 2016

Eleições EUA 2016

Eleições EUA 2016

Hillary condena Arábia Saudita, Kuwait e Qatar por financiarem extremismo

A candidata democrata à Casa Branca Hillary Clinton condenou hoje o papel da Arábia Saudita, do Kuwait e do Qatar no financiamento mundial de ideologias extremistas, um dia após o atentado de Orlando, nos Estados Unidos.

© Aaron Josefczyk / Reuters

"É mais que tempo de os sauditas, os qataris e os kuwaitianos e outros impedirem os seus cidadãos de financiarem organizações extremistas", declarou Hillary Clinton num discurso em Cleveland, Ohio.

"É preciso que parem de apoiar as escolas e as mesquitas radicais que conduziram demasiados jovens ao extremismo no mundo", acrescentou.

O autor do massacre ocorrido no domingo em Orlando, Florida, Omar Mateen, é um cidadão norte-americano de origem afegã que jurou lealdade ao grupo extremista Estado Islâmico (EI) imediatamente antes de cometer o crime, assassinando a tiro 49 pessoas e ferindo 53 num clube noturno gay.

O massacre abalou a campanha presidencial e Hillary Clinton dedicou um discurso já agendado a explicar o seu plano de luta contra a ameaça 'jihadista', não só no estrangeiro, mas no interior das fronteiras dos Estados Unidos.

"O terrorista de Orlando pode estar morto, mas o vírus que envenenou a sua alma está bem vivo", declarou numa intervenção sóbria, sem música nem bandeirolas eleitorais, apenas com bandeiras nacionais como decoração.

"A ameaça metastatiza-se, devemos ser tão flexíveis e versáteis como os nossos inimigos. Enquanto Presidente, a identificação e a detenção dos lobos solitários serão uma alta prioridade", sustentou.

A candidata reiterou igualmente o seu apelo para um endurecimento da legislação sobre venda de armas com o objetivo de impedir pessoas como Omar Mateen, que foi em tempos vigiado e interrogado pelo FBI (polícia federal norte-americana), de livremente se abastecerem de armas de fogo.

"Se forem considerados demasiado perigosos para terem o direito de apanhar um avião, é porque são demasiado perigosos para terem o direito de comprar uma arma de fogo nos Estados Unidos", defendeu.

Como em dezembro passado, após os atentados de Paris e de San Bernardino, na Califórnia, Hillary Clinton declarou-se, por último, a favor da proibição das armas de assalto, as pistolas ou espingardas semiautomáticas utilizadas pelos autores de tiroteios.

Lusa

  • Bruno de Carvalho manda SMS aos jogadores em nome dos jogadores. Confuso?

    Desporto

    De acordo com a imprensa desta manhã, o presidente do Sporting Clube de Portugal terá enviado mensagens escritas aos jogadores com o seguinte texto "Obrigado presidente pelas felicitações. Ainda temos muito para conquistar juntos" e assinou com o nome do jogador a quem enviou a mensagem. Uma aparente reação ao facto de nenhum dos jogadores ter respondido às mensagens escritas por Bruno de Carvalho, com incentivos e elogios antes e depois da vitória do Sporting frente ao Boavista.

  • Marcelo já sabia da substituição do embaixador de Angola
    4:00

    País

    O Presidente da República sabia há bastante tempo da substituição do embaixador de Angola em Lisboa e já tinha aprovado o nome do futuro representante de Luanda. A revelação foi feita, esta terça-feira, por Marcelo Rebelo de Sousa, numa conversa exclusiva com a SIC no Palácio de Belém. O Presidente contou ainda que não vai enviar recados ao Governo nem aos partidos no discurso de 25 abril que vai fazer na Assembleia da República.

    Exclusivo SIC

  • Chegaram os brinquedos de cartão para a consola
    6:24
  • O 10 de julho de 1941 na escrita de João Pinto Coelho
    15:09
  • Governo promete melhorar condições de 26 mil famílias
    1:23

    País

    O ministro do Ambiente explicou esta terça-feira, no Parlamento, as novas medidas para a habitação: reduzir os impostos para arrendamentos longos, melhorar as condições de 26 mil famílias e introduzir o arrendamento vitalício para maiores de 65 anos. Este é um investimento que vai chegar aos 1700 milhões de euros.

  • Pato em excesso de velocidade faz disparar radar numa estrada suíça
    1:31
  • Peixe-galo e batatas rosti, qual o cardápio do encontro entre os líderes das Coreias?

    Mundo

    O menu do encontro entre o líder norte-coreano, Kim Jong-un, e o Presidente sul-coreano, Moon Jae-in, já foi dado a conhecer esta terça-feira. Através do site oficial do Governo, Seul anunciou um cardápio com vários pratos típicos da Península da Coreia, como dumplings ao vapor, arroz cultivado na Coreia, carne grelhada, salada fria com polvo, peixe-galo, batatas rosti e sopa fria.

    SIC

  • O vestido de noiva de Megan Markle
    1:17