sicnot

Perfil

Eleições EUA 2016

Eleições EUA 2016

Eleições EUA 2016

Homem acusado de tentar matar Donald Trump é britânico

O homem acusado na segunda-feira, nos Estados Unidos, de ter tentado apoderar-se da arma de um polícia num comício de Donald Trump para, presumivelmente, o assassinar, é britânico e não norte-americano, como tinha sido inicialmente indicado.

© Carlo Allegri / Reuters

O jovem de 19 anos tentou tirar a arma a um agente num comício em Las Vegas, numa alegada tentativa de assassinar o candidato oficioso do Partido Republicano às eleições presidenciais.

De acordo com a queixa apresentada num tribunal federal em Nevada, Michael Sandford tentou desarmar o polícia no sábado no Mystere Theatre, no casino Treasure Island, antes de ser imobilizado.

Segundo a queixa, o jovem disse a um agente dos Serviços Secretos, após ser detido, que se tinha deslocado da Califórnia a Las Vegas "para matar Trump" e que no dia anterior tinha ido a um campo de tiro para aprender a disparar, já que nunca o tinha feito antes.

"Sandford reconheceu que provavelmente só seria capaz de disparar uma ou duas vezes e disse que estava convencido de que seria morto por agentes da polícia durante o seu atentado contra a vida de Trump", diz a queixa.

Sandford disse aos investigadores que tinha comprado bilhetes para um comício em Phoenix, onde "tentaria novamente matar Trump", caso o seu plano em Las Vegas falhasse.

Sandford ficou detido sem direito a fiança, com o Ministério Público a considerá-lo perigoso e com risco de fuga.

O gabinete dos Negócios Estrangeiros britânico está a "disponibilizar assistência" no caso.

Lusa

  • "Os governos são diferentes mas o povo é o mesmo"
    0:45

    Economia

    O Presidente da República atribui o resultado do défice do ano passado ao espírito de sacrifício do povo português. Num jantar em Coimbra para assinalar o Dia do Estudante, Marcelo Rebelo de Sousa considerou ainda que o valor do défice de 2016 é a prova de que com governos diferentes conseguem-se os mesmos objetivos.

  • Recuo na saúde é primeira derrota de peso para Donald Trump
    1:18

    Mundo

    O Presidente norte-americano sofreu esta sexta-feira uma derrota de peso. O líder da Câmara dos Representantes retirou a proposta do plano de saúde de Trump, que se preparava para um chumbo na câmara baixa do Congresso. Para já, mantém-se o Obamacare.

  • Pai do piloto da Germanwings defende inocência do filho

    Mundo

    O pai de Andreas Lubitz declarou esta sexta-feira que o filho não é o responsável pelo embate do avião da Germanwings contra um local montanhoso, que fez 150 mortos. O Ministério Público alemão concluiu em janeiro que o incidente em 2015 foi apenas da responsabilidade do piloto.