sicnot

Perfil

Eleições EUA 2016

Eleições EUA 2016

Eleições EUA 2016

Obama entra na campanha de Hillary Clinton a 5 de julho

O Presidente norte-americano Barack Obama vai participar pela primeira vez na campanha da potencial candidata presidencial democrata Hillary Clinton a 05 de julho no estado da Carolina do Norte, anunciou hoje a equipa da ex-secretária de Estado.

© Carlos Barria / Reuters

"Em Charlotte, o Presidente Obama e Hillary Clinton vão falar sobre como construir [o futuro] com base nos progressos alcançados e da sua visão para uma América que é mais forte quando está unida", disse a equipa da campanha da ex-senadora e ex-primeira-dama, num comunicado.

Será a primeira vez que Obama e Hillary Clinton estarão juntos numa ação de campanha para as eleições presidenciais deste ano.

Inicialmente, os dois representantes tinham agendado uma ação conjunta para 15 de junho, mas foi adiada depois do tiroteio numa discoteca gay em Orlando (Florida), que fez dezenas de mortos e de feridos.

Obama anunciou o apoio oficial a Hillary Clinton, a sua rival nas primárias democratas de 2008, no passado dia 09 de junho.

"Não creio que tenha havido alguém mais qualificado para ocupar este posto (de Presidente)" como Hillary Clinton, disse então Obama num vídeo divulgado pela Casa Branca, em que afirmou também estar "com ela".

Após meses a evitar pronunciar-se sobre as primárias do Partido Democrata e depois de um encontro com o rival direto de Hillary Clinton, o candidato Bernie Sanders, o presidente norte-americano felicitou-a na mesma ocasião por "ter feito história".

Aos 68 anos, a antiga chefe da diplomacia norte-americana no primeiro mandato presidencial de Obama (2009-2013) tem um lugar reservado na história dos Estados Unidos, ao ser a primeira mulher que consegue reunir os apoios suficientes para ser a candidata presidencial de um grande partido.

Hillary Clinton foi a candidata mais votada das primárias democratas, ao vencer 34 escrutínios que representam mais de 15,8 milhões de votos.

A ex-primeira-dama entra na convenção nacional do Partido Democrata em Filadélfia (Pensilvânia), agendada para 25 a 28 de julho, com a indigitação garantida para as eleições presidenciais de 08 de novembro.

Lusa

  • Negócios do Fogo
    22:00
  • Direção da Raríssimas na Madeira demitiu-se em setembro
    1:58

    País

    Três representantes da Raríssimas na ilha da Madeira demitiram-se, em setembro, de costas voltas para a direção. A delegação da instituição na ilha começou em 2015 e fechou com as três demissões. Em entrevista à SIC, uma das antigas delegadas afirmou que todos os fundos angariados foram para a sede, em Lisboa, ficando depois sem dinheiro para pagar as despesas.

  • Deputado do PSD recusa vice-presidência da Raríssimas
    1:58

    País

    Nas reações políticas ao caso da Raríssimas, o PSD e CDS dizem que é preciso acionar todos os mecanismos legais apropriados para averiguar a situação. O deputado social-democrata, Ricardo Baptista Leite, que tinha sido convidado recentemente para vice-presidente da instituição, diz que já não há condições para tomar posse.

  • Turistas aproveitam nevão na Serra da Estrela
    1:23
  • Fortes nevões no norte da Europa
    0:59
  • Dezenas de feridos em protestos contra decisão de Trump em Israel
    1:55
  • A brincadeira de um youtuber que podia ter acabado mal

    Mundo

    Um jovem youtuber inglês enfiou a cabeça num saco de plástico, prendeu-a na parte interna de um microondas e encheu depois o eletrodoméstico com cimento. A brincadeira, que podia ter acabado de forma trágica, deixou o jovem completamente preso e obrigou à intervenção dos serviços de emergência.

    SIC

  • "Popeye" russo pode ter que amputar braços

    Mundo

    Um jovem russo injetou um óleo no corpo para conseguir ter músculos, mais propriamente nos seus braços, que já cresceram cerca de 25 centímetros. Contudo, segundo um médico, o procedimento pode levar à necessidade de amputação, deixando o jovem sem os membros.